Cuidados a ter com o umbigo do seu bebé

É uma área que pode gerar muitas dúvidas por parte dos pais por isso, saiba o que deve fazer.
créditos: pixabay

O umbigo num recém nascido é muito sensível pelo que é conveniente depositar alguma atenção e cuidado. Após o nascimento, o cordão umbilical é cortado cerca de 3 a 4cm acima da base, mas o bebé fica com o restante e a isto se chama coto umbilical. Por sua vez, este irá secar e acabar por cair ao fim de 10 a 14 dias, sendo que não deve desesperar caso demore um pouco mais. Uma vez que é uma ferida que está a cicatrizar, fica sujeita a bactérias e vírus que podem passar para a circulação sanguínea, pelo que se torna imprescindível e fundamental que a área seja bem limpa, seca e vigiada. Inclusive, é também conveniente que mesmo após o coto cair, a vigilância continue a ser feita até pelo menos uma semana. Fique a saber como fazer...

Limpar
É recomendado limpar até duas vezes ao dia. Lave bem as suas mãos para não haver risco de contaminação e caso o bebé bolse ou tenha algum outro tipo de secreção, é conveniente lavar as mãos de novo. Não é necessário que compre nenhum produto específico, bastando que use o mesmo tipo de produto; aconselhado pelo seu médico/ enfermeiro; que costuma utilizar na higiene do bebé. Opte sempre por fazer o procedimento antes da muda da fralda.

Secar
Quanto mais a zona estiver exposta ao ar, melhor. Não cubra a zona nem pressione com determinado tipo de roupa (calças com elástico, por exemplo), com pensos e muito menos com a fralda. Esta tende a provocar mais calor, humidade e, por conseguinte, atrito, podendo levar ao desenvolvimento de micro-organismos. Não obstante, pode acontecer sujar-se com urina ou fezes.
Após o banho de imersão basta secar muito bem até não haver indícios de humidade.

Vigiar
Olhar e cheirar são primordiais para evitar o desenvolvimento de algo mais grave. Os pais devem habituar-se a ver e a distinguir mudanças de cor e texturas, bem como cheirar a região em questão. O cordão umbilical não tem odor, mas quando há sinal de inflamação pode ocorrer. Para além do odor, sinais como inchaço, vermelhidão, dor (reação do bebé ao toque), calor ou secreção são sinais claros de inflamação. Aqui, os pais devem manter-se calmos e procurar ajuda afim de evitarem alguma complicação mais grave.

artigo do parceiro:

Comentários