Rainha Isabel poupa nas flores

Monarca britânica manda desligar aquecimento das estufas de plantas.

Em tempo de crise, a rainha Isabel II não deixa os seus créditos por mãos alheias e mandou cortar o aquecimento nas estufas de plantas da sua rica propriedade de Sandringham, em Norfolk, Inglaterra.

Segundo escreve o jornalista Richard Kay no “Daily Mail”, a monarca britânica decidiu reduzir “drasticamente” os gastos da casa real e não hesitou em sacrificar os seus viveiros de cravos, dálias e crisântemos – plantas que depois utilizava para embelezar os seus vastos jardins exteriores.

Martin Woods, jardineiro-chefe de Sandringham e cuja equipa tem vindo a ser sistematicamente reduzida, comentou que as razões de Sua Majestade são muito aceitáveis e fáceis de compreender: “Custa uma fortuna aquecer as estufas nos tempos que correm e sai muito mais barato comprar as plantas já crescidas aos grandes operadores, que produzem em larga escala e conseguem absorver os custos extra do aquecimento”, disse ele.

Quem deve estar um pouco triste é o príncipe Carlos, um entusiasta das suas próprias hortas e dos jardins orgânicos, mas o herdeiro do trono ainda não se pronunciou nem é provável que se atreva a contestar a mãe…

Comentários