Paulo Rocha contra Gonzo

O ator não está arrependido de ter agredido o DJ.

Paulo Rocha não está arrependido de ter agredido o DJ Gonzo numa discoteca de Rio Maior, em 2007, e disse que voltaria a fazer o mesmo, nas mesmas circunstâncias.

“Se me tentassem atacar, iria ter de defender-me da mesma forma”, garante o ator, que vive no Brasil há ano e meio e neste momento interpreta um fotógrafo no remake da novela “Guerra dos Sexos”.

Condenado em tribunal a pagar uma indemnização de 7500 euros ao antigo cantor da extinta banda “Excesso”, Paulo Rocha continua a sustentar a tese de que agiu em legítima defesa e considera a sentença “injusta”.

Na origem da discussão entre o ator e Gonzo, que ficou muito ferido no rosto, esteve a atriz Dânia Neto, que havia sido anteriormente namorada de Paulo Rocha e que na altura mantinha uma relação com o DJ.

Paulo Rocha namora há cerca de um ano com a psicóloga brasileira, Juliana Pereira, a quem tece os maiores elogios: “Ela é excelente. Faz com que me sinta à vontade, tranquilo. E também me ajuda a falar português do Brasil”, disse o ator.

Comentários