Paulo Gonzo em estado de choque

Cantor está a receber apoio psicológico depois da trágica morte de seu pai.

O cantor Paulo Gonzo está a receber apoio psicológico na sequência da trágica morte de seu pai, que anteontem foi atropelado por um carro-patrulha da PSP na estrada de Benfica, em Lisboa.

Mal soube do acidente, Paulo Gonzo correu para o Hospital de Santa Maria mas já não conseguiu ver com o pai – Virgílio Jesus Paulo, de 82 anos – com vida.

O cantor ficou em estado e choque, tal como outros familiares, e achou por bem aceitar a ajuda de psicólogos postos à sua disposição pela PSP.
Antigo funcionário da Câmara Municipal de Lisboa, Virgílio Paulo vivia com sua mulher em Benfica e, segundo referem os amigos, era “a alegria de toda a família”.

O atropelamento ocorreu quando a vítima estava a atravessar a estrada, por detrás de um autocarro. Um automóvel da PSP, em marcha de urgência, com dois detidos no banco traseiro, acabou por colher Virgílio Paulo, que bateu com a cabeça no chão, tendo sofrido grave traumatismo.

Levado para o Hospital de Santa Maria, acabaria por falecer uma hora depois.

Segundo fonte da PSP, o agente que conduzia a viatura era um homem experiente na função e, também ele, ficou arrasado com triste acidente.

Comentários