Pai interna Amy Winehouse em clínica

Pai interna Amy Winehouse em clínica A cantora recebeu ajuda depois da divulgação de um vídeo em que aparece a usar drogas.

A cantora britânica Amy Winehouse, que na semana passada foi filmada a consumir drogas, foi internada numa clínica de reabilitação pelo pai, Mitch Winehouse. Enfermeiros vão acompanhar a cantora 24 horas por dia, para impedir que ela se renda ao álcool e aos entorpecentes.

De acordo com o jornal britânico The Sun, Mitch contratou ainda dois seguranças para vigiar a entrada do apartamento de Amy em Londres. "O pai se deu conta de que é agora ou nunca. Ou Amy escolhe a vida ou a sua destruição", afirmou uma fonte ao tablóide. "A família tem-na controlado de perto há semanas, mas não estava a resultar."

Na sexta-feira passada, a cantora foi filmada a fumar crack, a cheirar cocaína e Ecstasy em pó. As imagens caíram nas mãos do The Sun, que disponibilizou cinco minutos do vídeo no seu site. Há dois dias, a Scotland Yard confiscou o material e anunciou que irá investigá-lo.

Amigos da cantora contam que ela ficou tão perturbada com o ocorrido, que decidiu abandonar as drogas para sempre. Ainda assim, a família tomou uma decisão mais drástica. "O seu pai percebeu que não bastava apenas a vontade dela. Foi por isso que tratou de arranjar vigilância 24 horas por dia", contou a fonte ao The Sun.

A gravadora Universal confirmou o internamento, num comunicado à imprensa. "Ela precisa de ajuda especializada para continuar a sua recuperação contra o uso de drogas e para se preparar para os Grammy."

Há pelo menos um ano notícias sobre o vício da cantora são divulgadas pela imprensa internacional. Um dos piores momentos das crises de Amy aconteceu em agosto do ano passado, quando a cantora foi vítima de uma overdose ao misturar álcool, cocaína, Ecstasy e "special K" - substância usada como anestésico em animais.

Amy Winehouse é uma das mais talentosas cantoras da actualidade. A sua voz já foi comparada a de estrelas da "black music", como Aretha Franklin e Etta James. O seu segundo álbum, "Back to black", recebeu seis indicações para os Grammy, incluindo as quatro principais categorias: revelação, álbum, gravação e música do ano. A canção de maior sucesso, "Rehab", fala justamente da sua resistência em se internar numa clínica de reabilitação.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários