Oscars: as previsões de George Clooney

Oscars: as previsões de George Clooney O actor diz que este não é o seu ano e dá palpites sobre os favoritos.

Nomeado para o Oscar de Melhor Actor, pelo seu papel no filme "Michael Clayton", George Clooney diz que este não é o seu ano e admite a derrota para Daniel Day-Lewis, protagonista de "There Wil Be Blood", na cerimónia de entrega dos troféus de cinema.

Em declarações à revista "Time" desta semana, Clooney admitiu que o desempenho do britânico Day-Lewis "é a melhor performance do ano".

Bem humorado, o actor aproveitou ainda para brincar: "É como se eu fosse a Hillary Clinton. Se não fosse o Barack Obama, seria um óptimo ano para ela...", explicou Clooney, um activista assumido da campanha de Obama na disputa presidencial dos Estados Unidos.

Na categoria de Melhor Filme, George Clooney prevê a vitória de "Este País Não é Para Velhos", dos irmãos Joel e Ethan Cohen, que igualmente deverão arrebatar o Óscar de Melhor Realizador.

Clooney prevê, ainda, que o espanhol Javier Bardem deverá conseguir o Oscar de Melhor Actor Secundário e que Marion Cotillard, pela sua interpretação de Edith Piaf em "La Vie en Rose", poderá ganhar a estatueta de Melhor Actriz principal.

Tilda Swinton e Amy Ryan também são citadas por Clooney como sérias favoritas ao título de Melhor Actriz Secundária.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários