"O Eduardo ama-me como eu sou"

Luís Borges contou a sua história de amor com Eduardo Beauté.

Todas as histórias de amor são especiais. Mas a de Luís Borges e de Eduardo Beauté é particularmente bonita.

O modelo relatou toda a história no seu blogue, inclusive o momento em que conheceu o atual marido.

"Tinha 21 anos quando tudo mudou na minha vida, quando realmente encontrei o Amor. Surgiu assim, de forma inesperada, sem planos, sem expectativas de que algo iria acontecer. O Eduardo entrou na minha vida por acaso, conheci-o durante uma entrevista de trabalho. Fui contratado, mas passados três dias de entrar ao serviço fui despedido", explica.

E acrescenta. "Ficamos amigos, mas nunca imaginei que um dia ele poderia ser meu namorado e muito menos meu marido".

No entanto havia coisas em relação às quais o modelo era reticente. “Não posso dizer que a diferença de idades não me assustava, afinal são 21 anos de diferença. Deixamos as coisas acontecerem e percebi que aqueles 21 anos nunca nos iriam separar, porque era muito mais aquilo que nos unia. Não tinha certezas de nada, mas sabia que queria arriscar”.

O grande momento chegou algum tempo depois. "Dois anos depois casamos, decidimos que o nosso Amor era mais forte que tudo, que vencia preconceitos, tabus e todo o tipo de desaprovações. Esquecemos os outros e deixamos o nosso sentimento prevalecer. Não me casei para ser o pioneiro de nada ou para chocar quem quer que fosse. Casei por Amor e para provar todos os sentimentos que o Eduardo despertava em mim. Hoje, sei que foi um dos dias mais especiais e felizes da minha vida e uma decisão da qual nunca me irei arrepender".

"O Eduardo ama-me como eu sou, com todos os meus excessos, defeitos e manias. E claro, com todas as qualidades também. Não é possível descrever a fórmula do nosso Amor e sei que deve ser ainda mais difícil de perceber para alguns. Na realidade, nada podia ser mais natural ou genuíno. Completamo-nos, amamo-nos e acima de tudo respeitamo-nos muito, e acho que é por isso que estamos juntos até hoje", termina no seu blogue.

artigo do parceiro: NM

Comentários