Mariana Monteiro

Entrevista com Mariana Monteiro Chegou a Lisboa com apenas 16 anos para fazer parte do elenco de "Morangos com Açúcar" e saiu-se tão bem que nunca mais deixou de representar. A bela morena do Porto tem um curriculum invejável e já não se imagina a fazer outra coisa na vida. Fascinada pelo Brasil, Mariana Monteiro adorava dar a volta ao mundo, sonha com a felicidade, reconhece que é teimosa, gosta da sua espontaneidade e do seu riso fácil e garante que jamais seria capaz de fazer mal a outra pessoa. Conheça melhor uma das mais promissoras atrizes do panorama nacional.

Nasceu no Porto em Novembro de 1988, é Escorpião. Acredita nos signos?
Não ligo muito, só vejo para perceber as características da personalidade dos vários signos, mas há muitas particularidades do Escorpião que não se encaixam em mim, mas também já me disseram que o ascendente é muito importante... Com 16 anos veio para Lisboa atrás do sonho de ser atriz. Tem valido a pena?
Tem. Já passaram seis anos. E o mais engraçado é que o sonho não existia, foi tudo por acaso. Não queria ser atriz?
Nunca me tinha passado pela cabeça... Então qual era o seu sonho?
Não tinha. Apenas gostava muito de Astronomia, mas não sabia se o meu caminho ia ser esse, nem tinha a certeza se a Astronomia me fascinava assim tanto para fazer dela a minha vida. É a sua personagem Bia, nos "Morangos com Açúcar", em 2005, que lhe indica o caminho?
Sem dúvida. Foi a minha primeira experiência como atriz que despertou em mim a paixão pela arte de representar. Já participou em cinco novelas, três filmes, três peças de teatro, publicidade, campanhas e desfiles de moda... O que lhe apetece muito fazer?
Apetece-me muito explorar o teatro e o cinema, porque o que mais gosto de fazer na vida é representar. Qual foi o trabalho mais gratificante da sua carreira?
Não consigo dizer. Faço-os todos com o mesmo empenho. Recentemente, assim que terminaram as gravações de "Espírito Indomável", foi colocar extensões no cabelo para se sentir bem. Cortar o cabelo é o que lhe custa mais na sua profissão?
Adoro ter o cabelo comprido, mas como nem sempre é possível, aproveito os timings entre os trabalhos para estar como eu mais gosto. Mas, de facto, o que menos me agrada na minha profissão, são as constantes mudanças de visual. Quando acabou de gravar, foi duas semanas de férias para um destino paradisíaco com o seu namorado. Já quer dizer para onde?
Já foi há muito tempo... Mas deu para descansar o que foi muito bom. Até agora quando ia de férias, andava sempre de um lado para o outro e vinha sempre mais cansada do que quando ia.    Saiu daqui cheia de vontade de dormir. Conseguiu pôr o sono em dia?
Mais ou menos. O meu corpo já se habituou de tal maneira a estes horários estranhos que é difícil adaptar-se de repente a outro ritmo. Porque é que o Brasil a fascina tanto?
Nunca fui ao Brasil mas acho que o meu fascínio tem a ver com a luz que eu imagino que o Rio de Janeiro tem, além disso adoro música brasileira de todos os géneros, desde a bossa nova ao forró, e também gosto da energia do povo e do clima. Acho que é esse conjunto de coisas que me encanta. Qual é o seu sonho de consumo?
Adorava ter dinheiro para fazer uma viagem gigante durante muitos meses para conhecer o mundo. Não resiste a quê?
Não resisto a um sorriso. O que mais adora na vida?
A minha família e os meus amigos. E detesta?
Para além da mentira e da hipocrisia, detesto a perda de valores. Qual é o seu maior vício?
Rir... E o seu maior sonho?
Alcançar o máximo da felicidade pessoal. Qual é o seu maior defeito?
A teimosia. E qualidade?
A espontaneidade. Quem é a pessoa mais importante da sua vida?
Os meus pais e a minha irmã. O que nunca seria capaz de fazer?
Mal a outra pessoa. O que lhe arranca uma gargalhada?
Sou muito fácil de rir. O que a faz sofrer?
A pobreza. Melhor programa para fazer com os amigos?
Qualquer programa é bom: na praia, no cinema, numa noite ao ar livre... Com os meus amigos estou sempre bem! Qual vai ser o seu próximo projeto profissional?
Na televisão ainda não sei. Mas tenho um projeto de teatro que ocorrerá lá mais para a frente e na devida altura se saberá. Quais são os seus hobbies?
Ler, cinema, teatro e tento ir ao ginásio. Um livro?
A Praia do Destino, da Anita Shreve. Um filme?
Cinema Paraíso. Um ator?
Johnny Depp. Um prato?
Sushi. Uma cidade?
Porto. Uma música?
"Don't worry be happy!" A felicidade é o quê?
Acho que é estarmos bem connosco e com o mundo... em paz e harmonia.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários