Luís de Matos chora a cadelinha Ace

O ilusionista despediu-se da sua fiel companheira de onze anos.

Luís de Matos despediu-se ontem de Ace, a cadelinha que lhe fazia companhia desde 2004.

“Em 11 anos de vida conjunta, a Ace fez-me sorrir, chorar e amar. Vê-la partir faz-me sentir uma dor imensa e um vazio enorme. Ficam todos os momentos absolutamente indescritíveis, tantas vezes inesperados, mas sempre mágicos” – escreveu no Facebook o famoso ilusionista português.

“A minha vida ficou decerto mais rica, e para sempre marcada, pela sua lealdade, cumplicidade e alegria. Hoje, a minha tranquilidade reside apenas na certeza de que nada ficou por dizer ou sentir, junto com a certeza de que, à sua maneira, ela tudo terá percebido” – acrescentou Luís de Matos.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários