Jornalista experimenta dietas (loucas) das famosas durante um ano

O resultado foi o livro "I'll Have What She's Having" onde Rebecca Harrington, jornalista, relata como foi fazer a dieta de Marylin Monroe, Elizabeth Taylor e Gwyneth Paltrow, entre outras celebridades

Era capaz de comer ovos crus misturados em leite quente ao pequeno-almoço? Marylin Monroe era! Ou beber Coca-Cola Diet o dia inteiro, a dieta de Karl Lagarfeld? Rebecca Harrington foi capaz de experimentar estas e outras dietas loucas das celebridades durante um ano. E conta tudo no seu mais recente livro "I'll Have What She's Having".

Ao Daily News, a jornalista conta que a dieta de Sophia Lauren era particularmente cruel.  A atriz comia porções minúsculas de massa. "Era preciso ter muita força de vontade para não acabar por comer um prato inteiro de massa", explica a jornalista.

A dieta de Beyoncé mostrou ser a mais eficaz, apesar de dolorosa. Consiste em beber uma mistura de limonada com pimenta e xarope doce entre 6 a 12 vezes por dia.

Rebecca Harrington fez ainda as dietas de Gwyneth Paltrow (a dieta com os ingredientes mais caros), a de Elizabeth Taylor ( a mais desafiante, já que a atriz só gostava de combinações esquisitas como bife no pão com manteiga de amendoim), a dieta macrobiótica de Madonna e, ainda, a de Victoria Beckham (a mais difícil, pois a empresária come porções demasiado pequenas, com as quais ninguém consegue sentir-se satisfeito no final da refeição).

VEJA A SEGUIR AS DIETAS QUE AS CELEBRIDADES JÁ FIZERAM:

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários