George Clooney boicota Globos de Ouro

George Clooney boicota Globos de Ouro O actor é apontado como o principal aliado dos grevistas que pretendem sabotar a gala dos prémios de cinema.

George Clooney, de 46 anos, brilhante estrela de Hollywood, foi acusado de ser o principal aliado dos grevistas que se preparam para sabotar a cerimónia dos Globos de Ouro do cinema agendada para o próximo dia 13.

Este fim-de-semana, o Sindicato dos Actores anunciou que 70 dos seus membros, todos nomeados para os importantes prémios, estão solidários com a greve dos guionistas e que não comparecerão na cerimónia.

Responsáveis da NBC, a cadeia de TV que detém os direitos de retransmissão da gala, reagiram muito mal a esta tomada de posição, apressando-se a apontar o dedo a certos actores de Hollywood, com George Clooney à cabeça. "Nós sabemos que George Clooney é a força maior por detrás da decisão dos actores. Ele esteve a manobrar os que não se importariam de atravessar as linhas dos piquetes de greve", disse um executivo daquela estação televisiva, citado hoje pelo jornal "The Sunday Times". Os guionistas de Hollywood estão em greve há dois meses, em luta pela melhoria dos seus contratos, e anunciaram que tentarão impedir a gala dos Globos através do recurso à formação de piquetes à porta do hotel Beverly Hilton, palco da cerimónia. "Seremos mais de três mil!", ameaçou um sindicalista.

Caso a cerimónia venha a ser cancelada, a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, que organiza esta festa há 65 anos, perderá receitas calculadas em 6 milhões de dólares.

Pior ainda, se não houver um acordo nos próximos dias entre os industriais de cinema e os milhares de guionistas de Hollywood, a própria gala dos Oscars, prevista para 24 de Fevereiro, poderá igualmente ficar comprometida.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários