Filhas de Carlos Cruz foram à cadeia ver o pai

Marta revela que “não houve lágrimas” e que o antigo apresentador “está bem” e “tranquilo”.

Marta Cruz, que ontem visitou Carlos Cruz na prisão da Carregueira, revelou que “não houve lágrimas” e que seu pai “está bem” e “tranquilo”.

Marta esteve na cadeia acompanhada pela irmã mais nova, Mariana, e por Martim, enteado do antigo apresentador.

No final deste emotivo reencontro familiar de 60 minutos, Marta Cruz descreveu assim os seus sentimentos no Facebook:

“Ontem, terça-feira, visitei o meu pai... Confesso publicamente a ansiedade e nervosismo que vivi intensamente antes de o ver entrar naquela sala rodeada de vidros e que parecia tão fria... Parecia! Quando vi o meu pai entrar, em passo rápido, olhando para o relógio, com um largo sorriso no rosto, a sala aqueceu repentinamente... Estava a morrer de saudades...

Tinha tanto para lhe contar, mas, mais ainda, queria olhá-lo, vê-lo, senti-lo... Fiquei mais calma quando me abraçou... Sentámo-nos os quatro, eu, a minha irmã Mariana, o meu irmão Martim e ele, o meu pai...”, contou a filha mais velha de Carlos Cruz.

“Em momento algum houve lágrimas...” – revelou a jovem, sublinhando que “a conversa foi animada, típica de uma família unida, que se ama, que se apoia e que dorme todas as noites com a consciência tranquila”.

“Depois de 60 minutos, minuciosamente contados por quem de direito, fiquei mais serena. Saí mais serena... Ele está bem, tranquilo, esperançoso da e na verdade, e surpreendido com apenas uma coisa: a morte de Luís Andrade (pêsames à família). Tenho saudades - essas não passaram! E não passarão...

E assim, voltamos ao mesmo: contagem regressiva para mais um encontro...

Passa rápido, semana, passa rápido!”, concluiu Marta Cruz.

Comentários