Passatempo Lar Doce Lar

Ganhe convites duplos

Já tudo se disse sobre este espetáculo que, num ápice, se tornou num dos maiores fenómenos teatrais dos últimos anos. Em cena há 1 ano e meio, LAR DOCE LAR percorreu o país de norte a sul e esteve em cena em Lisboa por quatro vezes.

Chegou agora a hora de Maria Rueff e Joaquim Monchique se despedirem do público que tanto os acarinhou e aplaudiu. Sem pompa, mas com muita circunstância, fazem-no no Teatro Sá da Bandeira, no Porto.

Para quem ainda não viu esta hilariante comédia, resta agora a última oportunidade para ver a comédia que fez rir milhares de espectadores com as atribulações do dia-a-dia das múltiplas personagens de uma extraordinária residência para séniores.

A UAU e o SAPO têm para oferecer 3 convites duplos para o espetáculo de dia 2 maio às 21h30 no Teatro Sá da Bandeira .

Como participar:

Envie-nos a resposta correta à pergunta abaixo colocada e diga-nos, qual a razão do sucesso de Lar Doce Lar? (máximo 500 caracteres)

PERGUNTA: Como se chamam os protagonistas deste comédia?

Escreva-nos para comunicacao@uau.pt

Atenção: o seu e-mail deverá conter o assunto “Lar Doce Lar Porto - Sapo Mulher”. A não inclusão deste assunto será motivo de desclassificação. Deverá também incluir nome completo, nº de BI e contacto telefónico.

Este passatempo é válido até às 12h do dia 30 de abril .

Para levantarem os convites, os premiados deverão apresentar o BI, ou outro documento identificativo, na bilheteira do Teatro Sá da Bandeira.

ATENÇÃO: Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente, pelo que não adianta responder ao formulário mais do que uma vez.

Partimos do princípio que todos os participantes nos nossos passatempos querem mesmo usufruir dos seus prémios, pelo que, exceto em casos de força maior, atempadamente comunicados através do e-mail comunicacao@uau.pt, contamos com a presença de todos os premiados.

Concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não procederem desta forma.

Comentários