70 Cavaquinhos / 70 Artistas

Até 12 de janeiro poderá visitar, no Mosteiro dos Jerónimos, a Exposição Coletiva Nacional 70 Cavaquinhos / 70 artistas, organizada e produzida em parceria com a Associação Cultural e Museu Cavaquinho, fundada por Júlio Pereira.

Esta exposição visa dar visibilidade ao cavaquinho, pequeno instrumento de cordas que acompanhou a diáspora portuguesa e se espalhou pelo mundo desde a expansão marítima portuguesa do séc. XVI até aos dias de hoje. Acompanhou sempre as viagens e migrações dos portugueses, transformou-se no contacto com outras culturas e adquiriu novas formas e múltiplas expressões e sonoridades. Deu a volta ao mundo ao longo dos séculos, deixando descendência no Brasil, em Cabo Verde, no Havai e na Indonésia.

É um Património vivo, sustentado na tradição popular mas em permanente actualização e diálogo com a contemporaneidade.

Com o apadrinhamento dos artistas plásticos Júlio Pomar, Pedro Cabrita Reis e Julião Sarmento, a Associação Cultural e Museu Cavaquinho lançou um desafio aos jovens criadores portugueses no sentido de transformarem 70 cavaquinhos em 70 obras de arte que agora se apresentam, acompanhados de edição de um livro que ampliará a divulgação deste projecto na itinerância que aqui se inicia.

Com esta exposição 70 Cavaquinhos / 70 Artistas, o Mosteiro dos Jerónimos pretende também dar visibilidade a um projecto maior de investigação. A Associação Cultural e Museu Cavaquinho, criada em 2013, celebrou este ano um protocolo com a Direção-Geral do Património Cultural com o objectivo de registar e de cartografar a identidade deste instrumento, dos saberes e das técnicas relativas à sua construção e de inventariação sistemática de modelos do instrumento, partituras, tocadores, compositores e construtores de cavaquinho em todo o mundo.

Estará patente ao público até 12 de janeiro de 2015.

Saiba mais em www.cavaquinhos.pt

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários