23 de Setembro de 2017

A Lua em Escorpião é a Lua mais intensa do Zodíaco. Nestes dias, tudo é levado muito a sério, principalmente na esfera relacional. A nossa intuição acentua-se, bem como a capacidade de descobrir situações ocultas.

Lua sextil Marte
As nossas emoções estão bem alinhadas com as nossas iniciativas. É tempo de agir e, acima de tudo, de seguir aquilo que sentimos. Devemos aproveitar esta energia embrionária.

17 a 23 de Setembro de 2017

Para os nativos de Peixes poderão sentir um cansaço devido a tensão de Marte/Neptuno Poderão também fazer gastos desmedidos, devem ser prudentes. Semana de grande sensibilidade e grande criatividade. Devem canalizar esta energia para o bem-fazer ao próximo.

1 a 30 de Setembro de 2017

Estes nativos têm um mês onde precisam ser prudentes e cautelosos pois toda a energia que se encontra em virgem faz aspeto de tensão a esta constelação. Marte em tensão a Neptuno é o aspeto do engano, da desilusão. Os contratos devem ser meticulosamente analisados. Assuntos do coração podem trazer desencanto. A Lua acentua a sensibilidade nos dias 6 e 7.

2017

A duplicidade do signo acentua as suas qualidades e defeitos.
Um pisciano evoluído possui o dom da mediunidade e grandes
qualidades artísticas. É muito comum encontrá-lo em profissões onde
possa curar e ajudar, seja na área médica ou espiritual.
No nativo não evoluído, podem surgir desvios sexuais, oportunismo,
uma preguiça incontrolável e uma tendência para a compulsão e a
marginalidade.
A música e a dança, mesmo não sendo opções profissionais, canalizam
a receção de ondas coletivas de maneira criativa e construtiva.
Afetivamente, o ascendente em Peixes pode não conseguir transmitir
sentimentos. É atraído por amores impossíveis e paixões platónicas.
Estes nativos irão ter um ano muito favorável, pois os planetas
Júpiter, Saturno, Úrano e Plutão fazem excelentes aspetos, trazendo-
-lhes oportunidades para estruturarem a sua vida.
Neptuno encontra-se em regência neste signo, ampliando todas as
características dos Peixes. No entanto, os nativos que celebram o seu
aniversário entre 3 e 8 de março poderão estar sob a névoa deste planeta,
sentindo-se mais cansados e dispersos, e sem certezas sobre o caminho
a seguir, pois Neptuno confere sempre muita ilusão e fantasia.
Como tal, devem ser prudentes, pois irão ser confrontados com a desilusão
em alguma área da vida. São de evitar investimentos ou negócios
onde exista especulação.
Os nativos que fazem anos no 1.o decanato, entre 20 de fevereiro
e 2 de março, recebem as boas influências de Júpiter ao Sol, que trazem
soluções para problemas que possam existir. É um aspeto de sorte, de
crescimento e de melhoria de vida. Contudo, estes bons ventos terão
uma maior influência a partir do segundo semestre do ano. Em paralelo,
irão receber também as boas influências de Úrano. Este aspeto de
grande criatividade traz ventos favoráveis de mudança.
Os piscianos que celebram o seu aniversário entre 15 e 20 de março
recebem uma tensão do planeta Saturno, pelo que poderão passar
por algumas dificuldades ou contrariedades em termos profissionais.
Os nativos nascidos entre 7 e 10 de março estarão sob os efeitos
benéficos de Plutão, com oportunidades para realizar mudanças de envergadura
que os levarão a ter um domínio sobre a própria vida, crescimento,
renascimento e construção alicerçada. Assim, terão condições
para alterarem a sua existência de forma muito positiva, pois estes excelentes
aspetos conferem uma maior satisfação e libertação.
Vénus inicia o ano nesta constelação, pelo que, entre 4 de janeiro e
3 de fevereiro, irá abençoar a vida destes nativos com situações de sorte.
Análise Astrológica Geral para 2017

Os trânsitos correspondem à influência que os astros do cosmo têm sobre o ser humano. Quando formam bons aspetos, trazem até nós o crescimento, a expansão e a prosperidade. Quando formam aspetos de tensão, trazem as crises, os conflitos, as dificuldades, mas fazem parte da nossa vida e do nosso crescimento pessoal. Se o mapa astral corresponde ao registo gráfico do Céu para o nosso nascimento em relação com a hora e o local, os trânsitos irão ativar determinadas energias, que se projetam na nossa vida e em determinadas áreas.
O ano de 2017 é regido por Saturno. A partir de 2017, vamos estar sob o seu domínio, o que significa que iremos deparar-nos com um maior amadurecimento, forçado pelos próprios atrasos que nos são impostos, pela rigidez e pelo espírito de contenção que irá continuar a dominar. A palavra de ordem é organização e estruturação. Iremos continuar a deparar-nos com situações que são trazidas à Luz. Chegou a hora da verdade e temos de viver segundo este prisma; é o colocar a vida toda em ordem.
Devido à presença de Saturno em Sagitário que rege as leis e a verdade, e durante o ano de 2017, Plutão encontra-se em tensão a Júpiter. Por isso, muitos serão os processos e questões de justiça que continuarão a vir à tona, a serem descobertos e julgados.
Os signos que estão sob a restrição de Saturno são os mutáveis Sagitário, Gémeos, Virgem e Peixes. Estes encontram-se com dois trânsitos difíceis: o de Saturno e o de Neptuno.
O ano de 2017 continuará a ser um ano de grandes transformações para os signos cardinais. Os impactos dos planetas mais lentos como Plutão, Úrano e Saturno irão trazer muitas mudanças internas, uma grande restruturação e uma nova forma de estar na vida. Muitos são os nativos que irão transformar a sua vida. Todas as situações obsoletas e já gastas terão de ser reformuladas para Capricórnio, Caranguejo, Carneiro e Balança.
Nos meses de janeiro a agosto de 2017, devem ser muito prudentes para não fazerem gastos desnecessários. Como Júpiter fará um aspeto tenso com Plutão e Úrano, será muito fácil gastar demasiado e nem sempre com base nas melhores escolhas. Viagens feitas nessas épocas também poderão ser particularmente onerosas.
O mês de outubro é ótimo para inovar, ousar e ser pioneiro, pois Júpiter entra no signo de Escorpião, beneficiando todos os signos de água (Caranguejo, Escorpião e Peixes). Nesta altura, a economia global poderá também melhorar um pouco.
Até setembro, o signo de Balança é favorecido pela presença de Júpiter nesta constelação, um ciclo que só acontece de 12 em 12 anos. Júpiter conjunção Sol é sempre o início de uma vida nova.
A partir de 9 de outubro, a entrada de Júpiter na constelação de Escorpião irá trazer para a vida destes nativos o renascimento e a possibilidade de resolverem problemas pendentes. A presença do deus da sorte no signo mais intenso do Zodíaco irá expandir a vida destes nativos. Júpiter em Escorpião é um ciclo que só acontece de 12 em 12 anos, pelo que estes nativos têm motivos para estarem confiantes, otimistas, pois a sua vida será muito bafejada pela sorte.
Em termos gerais, a passagem de Júpiter por Escorpião vem favorecer todos os temas ligados à vida e morte, às investigações científicas e ao ocultismo. Todas as situações ligadas a estes assuntos poderão progredir. Em termos de relacionamentos, existe a necessidade de vivenciar até ao limite os assuntos amorosos. Os temas de vida e morte estarão muito em evidência durante 2017.
Úrano atravessa agora a casa relacional de Balança, dando origem a desafios que irão confrontar a segurança. Poderá sentir-se uma grande necessidade de libertação de situações que se encontrem gastas.
Na astrologia, o papel de Saturno é ordenar, limitar, estruturar. Este planeta requer atenção aos assuntos que toca, tais como a estruturação dos relacionamentos e dos gastos, e ter uma nova responsabilidade em relação às finanças. Os sagitarianos irão questionar tudo na sua vida, experienciando uma sensação de cansaço e de grande necessidade de mudança.
Em suma, os primeiros seis meses do ano irão beneficiar os signos de ar e fogo. A partir de outubro, os mais beneficiados serão os signos de água e terra.

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!