Cores e energias segundo o Feng Shui

Conheça a importância das cores de acordo com o Feng Shui. Acima de tudo, lembre-se sempre que a flexibilidade é fundamental para adaptar os ensinamentos orientais à nossa realidade
créditos: Pixabay

Apesar das diferenças culturais existentes entre o Ocidente e o Oriente, cada vez se compreende melhor na nossa cultura o quanto os conhecimentos e terapias descobertas e desenvolvidas do outro lado do Mundo são importantes, como é o caso do Feng Shui. No entanto, há que ter em conta que as referências históricas e as condicionantes geográficas têm um papel muito importante no valor que cada cultura atribui a cada coisa, e que os significados atribuídos variam de acordo com a cultura em que são utilizados e referidos.

As cores desempenham um papel fundamental no Feng Shui. Elas suscitam emoções e proporcionam o aumento ou a diminuição de certo tipo de energias, conforme o local e as circunstâncias em que são utilizadas. No entanto, aquilo que para nós é visto como positivo pode ser negativo para os orientais. Isto acontece por exemplo com a cor branca, a que associamos a pureza e a ingenuidade, enquanto que no Oriente ela está associada à morte e ao luto. Por incrível que nos pareça, o preto, que para nós tem conotações negativas, para os orientais simboliza dinheiro, e por essa razão é considerado como portador de bom Feng Shui. No Ocidente convencionou-se considerar o verde como a “cor do dinheiro”.

O vermelho, que nós associamos à paixão, mas também à cólera e à agressividade, significa prosperidade e sucesso para os chineses, razão pela qual as noivas chinesas vestem essa cor no dia do casamento, para atrair o bom Feng Shui para a vida conjugal. Enquanto que para nós o amarelo transmite optimismo e alegria, para os chineses esta cor está associada ao Imperador, pois representa autoridade. O azul, que conotamos como portador de paz e tranquilidade, significa esperança para os orientais.

Ao utilizar o Feng Shui, é sempre importante ter em conta não só o significado que os chineses atribuíram a cada cor mas também o tipo de emoções que ela nos desperta. Por exemplo, se ao utilizar o preto para aumentar a prosperidade financeira não nos sentirmos bem com essa cor, perde-se a boa influência que deveria ter.

A escolha da cor de cada divisão deve ser feita consoante a direção em que esta se encontra. Vermelho e laranja são cores que deve utilizar a Sul, o preto e o azul são mais auspiciosas a Norte, o verde e o castanho a Este e o branco e o cinzento a Oeste. Estas cores podem ser usadas não só nas paredes como também nos elementos decorativos, como por exemplo nos cortinados. O formato destes também deve ser levado em conta. Cortinas arredondadas representam o elemento Metal. Num quarto a Norte, em que o elemento dominante é a água, as cortinas devem ser azuis, circulares ou com franzidos. Sanefas triangulares estimulam o Elemento Fogo e são apropriadas para trazer bom Feng Shui numa sala virada a Sul. Cortinados compridos, rectangulares, são auspiciosos quando utilizados a Este, que se identifica com o Elemento Madeira.

O chão de uma casa relaciona-se com a base, a “fundação” da vida, e por isso deve prestar-lhe alguma atenção. Os tapetes devem estar em harmonia com o resto da decoração de cada espaço, atendendo à direcção em que se situa e ao seu elemento dominante, tanto no que diz respeito ao padrão quanto à cor utilizados. A forma retangular transmite bom Feng Shui, pois ajuda a que o tapete reflita a harmonia da sala. Padrões complicados, abstratos, ou que sugiram movimento podem trazer mau Feng Shui, confundindo as energias. Também não é positivo pendurar tapetes na parede, principalmente se já antes estiveram no chão e foram pisados.

A seguir, saiba quais as cores Yin

O que procura?

Comentários