Pietro Ubaldi

Filósofo cristão, tem uma obra literária vasta de reflexão sobre a humanidade e as tradições religiosas.



Depois de analisada a sua Obra, pode constatar-se a magnitude e o interesse palpitante que ela encerra para a Humanidade de nossos dias. Pietro Ubaldi nunca pretendeu fazer prosélitos, formar grupos ou desencadear lutas ideológicas.

Às oito horas e trinta minutos da noite de 18 de Agosto de 1886, nasceu Pietro Ubaldi, em Foligno, pequena cidade italiana perto de Assis; e foi naquela região impregnada da espiritualidade de S. Francisco que começou o contacto com este mundo, mundo que sempre lhe pareceu muito estranho pelo jogo desesperado de egoísmos que, ainda jovem, percebeu ser apenas o fruto da ignorância geral das leis que regem a vida.

Ubaldi procurou estudar essas leis nos livros. Mas descobriu quão pouco eles lhe forneciam da substância que, em vão, procurava. A escola secundária e a escola superior (Ubaldi formou-se em Direito, pela Universidade de Roma) não lhe trouxeram o esclarecimento desejado para a sua sede angustiada de conhecimento. Começou, então, um período de intenso sofrimento: o seu contacto com a vida de todos os dias, com os homens de toda parte, constituindo grande preparação para o seu espírito.

Tendo herdado do pai uma grande fortuna, renunciou-lhe por não a considerar como sua, já que não tinha sido produto do seu esforço pessoal; começou a trabalhar como professor de inglês num colégio estatal, em Módica, nos confins da Sicília, após ser aprovado em concurso público, meio que encontrou para o seu sustento conforme ditava sua própria consciência.

Veja a continuação do artigo na página seguinte

O que procura?

Comentários