Os 4 passos para o Perdão

Aprenda a perdoar e a reconhecer a importância do perdão na sua vida

“Não confio em mim.”
“Há pessoas que sugam a minha energia.”
“O meu chefe não valoriza o meu trabalho.”
“A minha mãe exige muito de mim.”
“A minha mulher está sempre a desconfiar de mim.”
“O meu marido não me ajuda em casa.”
“Ninguém me percebe realmente como eu sou.”
“Sinto-me sempre esgotada/o.”
“Sinto-me inútil.”
“Descobri que a minha melhor amiga tem inveja de mim.”
“Os meus colegas olham-me de lado.”
“Já não aguento a minha vida.”
“Tenho muito medo de não conseguir.”
“Tenho medo de não corresponder às expectativas que têm de mim.”

Revê-se nalguma destas histórias?

Quantas destas situações fazem parte da sua vida? Quantas vezes já se magoou e já foi magoado? Já sentiu a sua energia esgotada, e incapaz de continuar?Conhece alguém que não passe por situações destas? Alguma vez pensou como isto impede a sua vida de andar para a frente?

Com base nos mais de 20 anos de experiência, constatei que se mais pessoas soubessem como perdoar e a importância que o perdão tem para uma vida saudável e feliz, haveria muito mais felicidade e qualidade de vida.

Os 4 passos do PERDÃO

1. SENTIR (a emoção reprimida)
Se não se permitir conhecer as suas emoções, vai reprimir cada vez mais a sua natureza, não consegue libertar-se e tem tendência a não compreender o que lhe acontece nem porque acontece. Isto cria um círculo emocional viciado, que origina um aprisionamento, impedindo as coisas boas de acontecerem.

2. LIBERTAR (o julgamento)
Quando alguém nos magoa, tendemos a julgar essa pessoa através da nossa maneira de pensar. Isto aumenta ainda mais a mágoa, pois ao pensar no outro através das próprias crenças, está a aumentar a mágoa e consequentemente a agravar as consequências.

3. TRANSFORMAR (a comunicação)
Quando alguém se sente magoado e não exerceu o perdão sobre as pessoas envolvidas e a situação, está a deturpar a sua comunicação, deixando de ser verdadeira e autêntica. Isto acontece não só em relação aos envolvidos, mas estende-se a todos os aspectos da vida e todos os tipos de relacionamentos. Porque a mágoa, a dor, o ressentimento, são como um tampão que, ao impedirem que a pessoa se sinta livre, condicionam negativamente a sua comunicação e expressão autêntica.

4. DEIXAR (o passado passar)
O ressentimento ou a mágoa são emoções que ficam de algo que já aconteceu, e que, portanto, diz respeito ao passado. A falta de perdão alimentar o passado, impede o florescimento do presente e o futuro fica comprometido ao negativo. Ao adquirir esta consciência, o perdão é conseguido de uma forma simples e profunda, proporcionando uma elevada luz, paz e coerência, ganhando uma profunda liberdade e abertura à felicidade.

Workshop InSoul com o tema PERDOAR
Este workshop abre agora uma oportunidade imediata de a aprender a se perdoar, a si mesmo e aos outros, e a receber as dádivas do perdão.

Há uma força enorme neste workshop para lhe ser oferecida. Aprender a perdoar é um ganho imenso para a vida quotidiana, pois todos os dias somos sujeitos a situações difíceis, que vão ficando gravadas no coração e nas células. Compreender a importância do perdão é uma decisão de crescimento, de evolução espiritual e humana.

O Workshop PERDOAR realiza-se a 19 de junho, das 14h30 às 18h em Oeiras, num ambiente de aconchego e respeito pelas experiências de vida de cada participante, que não serão expostas.

O investimento de participação são 25€, que vão representar para si uma fonte de vida positiva e felicidade, pois libertará pesos enormes que tem trazido às suas costas, e nem dá por isso.

Caso tenha alguma dúvida, por favor envie um email para: info@insoul.pt

INSCREVA-SE!

Maria Júlia Nunes/InSoul

artigo do parceiro: Susana Krauss

O que procura?

Comentários