Atreva-se a ser feliz!

Transforme sonhos em realidade

Está a enfrentar alterações na sua vida pessoal ou profissional? Precisa de superar perdas dolorosas ou traumas, ou simplesmente tirar o maior partido dos seus recursos e melhorar o stress? Já pensou em recorrer ao coaching? O coaching consiste em acompanhar pessoas ou grupos na prossecução dos seus objetivos e, mais especificamente, no êxito da sua evolução pessoal, profissional e espiritual.

A paixão pelas pessoas levou Rui Germano a descobrir aquela que considera ser a sua missão: transformar sonhos em realidade, ajudar os outros a transformarem as suas vidas e a atingirem as suas metas de forma a poderem viver num estado de felicidade.

RG, como é conhecido, é licenciado em Direito mas tem um percurso profissional em áreas tão distintas que vão da advocacia às artes passando pelo teatro e formação permanente na área do coaching. Certificado como Coach, pelo ICL-Instituto de Coaching e Linguística complementa a sua formação nesta área com a Certificação Internacional em PNL- Programação Neuro Linguística. Atualmente, atua como LIFE COACH e EXECUTIVE COACH ajudando pessoas e grupos a investirem em si e a trabalharem no sentido de construir a vida que sempre desejaram viver, quer ao nível pessoal quer profissional.

O SAPO ASTRAL foi falar com RG para entender melhor o que é isto do coaching.
“É um processo de desenvolvimento pessoal e profissional, que te ajuda a revelar o teu potencial e te faz avançar para onde queres ir e a ser o que queres ser. É uma caminhada que te permite alcançar com eficiência as tuas metas, sonhos ou objetivos de vida, de uma forma mais rápida e mais fácil do que se o fizesses sozinho”, explica.

RG diz, ainda, que é através do coaching que os clientes adquirem maior consciência do seu potencial, das suas reais competências e dos seus limites, reajustando-se de forma progressiva e descobrindo o prazer de sair da sua zona de conforto, de modo a tornarem-se capazes de enfrentar novos desafios com sucesso. O coaching funciona em sessões com duração de cerca de 50 minutos (ou mais conforme seja acordado) semanais - individuais ou de grupo – consoante se trate de Life Coaching ou Business Coaching respetivamente. “As sessões são orientadas, pelo Coach, para o objetivo futuro através da descoberta e compromisso de realização de tarefas pelo Coachee (cliente) que visam encoraja-lo a obter novas conquistas e realizações, quer na vida pessoal quer profissional. É um processo de co-criação de novas possibilidades, partindo de uma dinâmica de auto-consciência de estabelecimento de metas e da elaboração e colocação em prática de planos de ação”, acrescenta.

Alcance o que sempre desejou
O coach defende que, hoje em dia e até pela fase complicada em que vivemos, faz todo o sentido ter o coaching nas nossas vidas. “Desenvolve certas competências como saber escutar e saber questionar que, quando bem aplicadas, criam uma sensação de confiança em relação a quem as aplica, levando a resultados mais produtivos e eficazes”. Diz que as pessoas o procuram sobretudo porque sentem que algo tem de mudar na sua vida, no seu comportamento, ou nelas próprias. “O Coaching opera essa mudança, essa transformação. Através dele é possível encontrar uma maior satisfação e realização pessoal. O coaching tem o poder de nos transformar na pessoa que sempre sonhamos ser e de nos ajudar a alcançar o que sempre desejamos ter. Talvez o maior benefício do coaching seja mesmo o de nos mostrar que é possível viver a vida com que sempre sonhamos num estado de felicidade e equilíbrio”. Entre o coach e o coachee criam-se laços específicos pois através do coaching, o coach abre as portas ao que há de mais íntimo em cada coachee. A relação entre coach e coachee tende a ser uma relação de grande confiança, partilha e cumplicidade.

Existe, no entanto, uma forte tendência para confundir coaching com psicoterapia. O coach esclarece. “Uma das grandes diferenças é a de que o coaching não tem objetivos terapêuticos, sendo geralmente procurado por pessoas que querem ajuda para atingir metas e desenvolver-se em competências específicas. O Coaching é orientado para o objetivo futuro e encoraja o cliente a obter novas conquistas e realizações, focando performance e desenvolvimento. O coaching foca-se no presente e no futuro, enquanto que a psicoterapia se foca mais no passado e presente. A psicoterapia é, assim, mais orientada para o problema, enquanto que o coaching é, fundamentalmente, orientado para a solução”. No entanto RG salienta que um não invalida o outro. “Pelo contrário, em vários casos é de todo aconselhável trabalhar simultaneamente estas duas áreas que se complementam”.

O coaching é considerado a mais poderosa ferramenta da atualidade, promotora do desenvolvimento pessoal e humano, por isso, em rigor, só existe um tipo de coaching. No entanto, existem alguns profissionais do coaching especializados em determinadas áreas específicas. Daí ser vulgar aparecerem expressões como Life Coaching, Business Coaching, Executive Coaching, etc. “No atual contexto em que vivemos, onde cada vez mais as pessoas e as organizações procuram novos caminhos, novas soluções, o coaching surge como a ferramenta certa para alcançar o sucesso que todos procuramos”, conclui RG. Por isso, já sabe, atreva-se!!!

15 benenefícios do coaching:
Ajuda a definir objetivos
Ajuda a elaborar estratégias e planos de ação necessários para alcançar os objetivos definidos.
Ajuda a tirar o maior partido dos seus recursos
Ajuda a superar obstáculos e limitações
Ajuda a melhorar o stress
Ajuda a aumentar o nível de realização no âmbito do desejável (pessoal, profissional, espiritual)
Prepara para enfrentar situações difíceis e alcançar desafios
Ajuda na construção de relações humanas eficazes e gratificantes
Ajuda na construção da vida que realmente deseja viver
Ajuda a melhorar a autoestima
Ajuda a superar perdas dolorosas ou traumas
Ajuda a superar alterações pessoais ou profissionais
Ajuda a conciliar o equilíbrio pessoal, a vida familiar e a atividade profissional
Ajuda a tomar decisões adequadas
Ajuda a encontrar sentido para a sua vida

Texto: Eva Falcão

O que procura?

Comentários