Ensinar a renovar o mundo

Alentejo alberga projeto Escola Terra Nova

Trabalhar para uma nova terra, sem guerra e sem violência, renovar ecossistemas e estabelecer a confiança a um nível mais profundo entre homens, mulheres e crianças com a intenção de mudar globalmente o sistema é o propósito da Escola Terra Nova.

Inaugurado no mês passado em pleno Alentejo, este é um projeto da organização Tamera, um centro internacional de pesquisa para a paz.

Na prática, um espaço comunitário de investigação e experimentação de novas formas sociais de convivência humana. O SAPO Astral foi falar com Rui Braga, um dos elementos que integra a equipa do Institute for Global Peace (IGP) de Tamera.

SAPO ASTRAL - O que é o projecto Escola Terra Nova? E como surgiu?

IGP - Assistimos hoje ao agravamento da situação global e testemunhamos, paralelamente, uma onda de protestos que se têm vindo a intensificar nos últimos anos. Vemos as gerações mais jovens erguerem-se, na medida em que a sociedade actual já não lhes oferece qualquer esperança.

É imperativo desenvolver e comunicar novas perspetivas para o futuro, que pela sua significância tenham a capacidade de canalizar as forças que lhe estão subjacentes rumo à criação de um futuro radicalmente diferente, uma sociedade pós-capitalista. Já existe conhecimento suficiente, em todas as áreas, para esta transformação.

A Escola Terra Nova é uma plataforma global de educação destinada a reunir conhecimento relevante para a criação de uma nova cultura, visando tornar esse conhecimento disponível a todos os que hoje querem colaborar nesta mudança global de sistema. Este projeto teve a sua origem em Tamera, um centro de investigação internacional situado no concelho de Odemira que reuniu, ao longo da sua existência, cerca de 35 anos de investigação neste sentido.

Com este novo projeto, procuramos então distribuir todo o conhecimento acumulado nas diferentes áreas de investigação. Para este primeiro ano, elaborámos um curriculum de estudo e encorajámos todos os participantes a formarem grupos para o estudo destes conteúdos.

SAPO ASTRAL - Qual o objetivo do projeto?

IGP - O objetivo é estudar conhecimento relevante para a criação de um futuro sem guerra e sem violência, entre todos os membros desta biosfera. Através desta plataforma, queremos unir e consequentemente fortalecer as forças de paz existentes mundialmente nas diferentes pessoas e iniciativas, para que uma nova terra possa emergir, uma terra nova.

Na Escola Terra Nova reunimos informação crucial para uma reformulação profunda e abrangente dos moldes de vida atuais. Ao nível ecológico para a recuperação dos ecossistemas e para a criação de autonomia, ao nível de novas estruturas sociais para a criação de confiança entre seres humanos e para a dissolução do medo no campo do amor e ao nível de uma nova consciência, para que uma perspectiva futura deixe de ser um sonho e se torne realidade, aplicável nos tempos de crise actuais.

SAPO ASTRAL - Porquê a escolha de Portugal para implantar o vosso projeto? Porquê Tamera?

IGP - Tamera é um projeto que questiona praticamente todas as áreas da existência humana e essa radicalidade confrontou por vezes o projeto com resistência exterior, na Alemanha, onde foi iniciado. Por esse motivo os fundadores de Tamera, após terem tido contacto com a cultura portuguesa, reconheceram uma capacidade de abertura a novas ideias que os motivaram a estabelecer aqui este projeto.

Por outro lado, estes foram também seduzidos pelos vestígios das culturas pré-históricas de raiz matriarcal que ainda é possível encontrar neste país, como por exemplo no cromeleque de Évora. A propósito deste e da informação lá obtida relativamente a estas culturas outrora existentes, a co-fundadora de Tamera, Sabine Lichtenfels, escreveu o livro «Pedras de Sonho».

Relativamente à Escola Terra Nova, esta foi criada a partir de Tamera, como consequência do conhecimento que aqui se reuniu, originário de diversos autores, pensadores e revolucionários que deixaram um legado positivo ao longo da história e originário do desenvolvimento que posteriormente se procurou dar aqui a esse legado.

Saiba mais na próxima página

O que procura?

Comentários