Já pacificaste as tuas sombras?

Estamos a finalizar o grande e intenso trânsito de Saturno por Escorpião que convidou cada um de nós a abrir os mais profundos e escondidos alçapões para que procedessemos à respectiva limpeza pois só livres dessas cargas poderemos voar mais alto... Só daqui a 28 anos ele voltará a exigir idêntico trabalho.

Tem sido fácil? Não foi para ninguém...
Foi importante? Eu diria que foi essencial!
Embora ele volte por mais 3 meses no próximo ano de Julho a Setembro de 2015, a partir de Dezembro 2014 ele irá dar inicio à sua viagem por Sagitário até 2017.
Tempo de desenrolarmos os mapas e começarmos a estudar o novo percurso de aprendizagens que nos espera..
Torna-se então importante aproveitarmos estes últimos tempos e enfrentarmos a viagem da transformação que nos espera a todos para que possamos chegar a Sagitário e voar mais alto, sem tantos sacos de areia a prender o nosso balão....!

Nesta altura do ano temos o Sol em Escorpião, signo regido por Marte e Escorpião que representa a morte do ego e a transformação que todos precisamos passar para aceder à luz em nós.

Acabámos de passar uma poderosa Lua cheia no eixo de Touro/Escorpião que veio despir-nos e mostrar o estado da nossa valorização interna.
e, porque não há duas sem três, Marte (Sr. da guerra), de dois em dois anos encontra Plutão (Sr da morte e transformação) no céu e é precisamente esta semana.
Costuma-se dizer que para bom entendedor meia palavra basta embora eu tenha dado mais do que muitas para entenderem o tipo de energias que estamos a viver..
A quantidade de emails e mensagens de desespero esta semana foi de facto assustadora mostrando pessoas em estado de pânico e sofrimento pelas mais variadas razões;

- O outro abandonou-me

- Perdi o emprego

- Perdi uma pessoa

- Parti o carro

- Confrontos violentos oriundos das mais variadas fontes

- A minha vida acabou com o meu divórcio
- Sem o outro não sou ninguém
etc etc etc.

Nenhuma perda é fácil. Todos sabemos disso. Mas já Confúcio dizia há mais de 2500 anos; "Cai 7 vezes, levanta-te 8".

Mais triste do que ouvir as perdas pelas quais cada um está a passar, pois como ser humano que sou também as passo e sei bem o que doem, é sentir a incapacidade emocional e espiritual para dar resposta aos eventos..

É deprimente a ignorância espiritual em que somos educados, sem qualquer filosofia de vida que nos suporte e dê resposta a tanta perda...que nos explique kármicamente o que se esconde por trás de cada evento e como nos podemos libertar de padrões repetitivos e doentios.

- Estaremos assim ainda tão formatados para acreditar piamente que a vida resume-se a ter um emprego, dinheiro, um casamento, uma casa e filhos??!!

- Como perdemos a nossa individualidade e independência emocional para chegarmos ao ponto de acreditar que precisamos de alguém para viver? ou pior que o outro é a fonte do nosso amor e felicidade e que sem ele não vale a pena viver!!?

De facto só mesmo as perdas presentes, provocadas pelos aspectos planetários, é que nos irão fazer sair dos velhos moldes materiais de vida e nos obrigarão a olhar para dentro e fazer o tão necessário trabalhinho de transformação interior.

É importante lembrarmos que a vida irá sempre conspirar a favor da história da nossa alma e não propriamente apoiar os caprichos egoístas do nosso ego...

Mas enquanto que uma imensa maioria ainda está agarrada aos padrões antigos, vivendo na lamuria de que a vida é difícil e que nada de bom acontece, já começamos a ser testemunhas de quem já se atreveu a sair da caixa e a pensar diferente. Pessoas que passaram por perdas como quaisquer outras mas que se recusaram a entrar na vitimização e foram em busca de novas fórmulas de vida.

São pessoas como todos nós mas que se atreveram a atravessar os seus infernos inferiores e já começaram a pisar as primeiras areias do seu paraíso pessoal interno; viver em verdade e liberdade. Deixar-se seguir e confiar no coração. Confiar e conhecer as dinâmicas do céu. Viver todos os dias em busca de alimento para a alma desafiando cada medo que lhe aparece à frente e rejeitando tudo o que não lhes faça sentido.

Estes, os chamados "loucos", os desajustados, os que são alvo de tantos julgamentos negativos de quem está trancado na sua zona de (des)conforto são os que me mandam as seguintes mensagens:

"Vera! Já estou a sentir os efeitos da mudança de Saturno de Escorpião para Sagitário. De repente, por magia, ganhei 9 mil euros, apareceu uma oportunidade de emprego no estrangeiro, no mesmo dia tinha um panfleto no meu carro com o dizer: "compro o seu carro". Por isso no inicio do próximo ano vou viajar durante 4 meses pela África, sul da Índia e todos os países da Indochina até voar definitivamente para Melbourne na Austrália. O meu apartamento vai ser arrendado, tenho o apoio dos meus pais vou finalmente alcançar o que tanto sonhei.

P.S.: Finalmente acabei o meu livro!. "

No tempo antigo, a sorte e o azar eram conceitos que estavam algo ligados a Deus visto serem acontecimentos que eram imprevisíveis.

No tempo actual, a sorte é simplesmente o resultado da nossa capacidade de seguirmos novas fórmulas e regras de vida assim como o azar é a resistência às mesmas...

Por esta visão, sejamos então todos um pouco mais loucos pelo que nos faz sentido à nossa alma e desajustados de um mundo doentio e violento para que possamos nos ajustar melhor internamente.

Respiremos fundo, façamos o nosso trabalhinho interior de crescimento pessoal e logo logo chega a maravilhosa e expansiva energia de Sagitário para nos fazer voar!

Bem hajam

Vera Luz

artigo do parceiro:

O que procura?

Comentários