O «Dedo de Deus» [ou Yod] de 21-12-2012

O que é um Yod ou Dedo de Deus? O Yod, ou Dedo de Deus, é uma figura composta por dois quincúncios e um sextil formando um grande Y. O planeta que forma os quincúncios é o ponto focal da figura. O quincúncio corresponde ao aspecto em um ângulo de 150° entre planetas.

«O Yod reuqer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida.» - Elói Dumón in «Manual de Astrologia Moderna» Basicamente, deixo aqui estas duas perguntas:
- Que espiritualidade praticavas em 1989?
- E hoje, em 2012?

Consegues responder para ti mesmo(a)? Se responderes «nenhuma», continua a ser excelente, pois cada ser humano evolui ao seu próprio ritmo.

Faz-se necessária esta explicação: Para os mais novos não faz sentido falarmos em 1989, pois muitos nasceram depois, ou eram crianças ou adolescentes nessa data. Fica entendido que, para esse grupo de pessoas, o ano de 1989 não é uma baliza rígida. No entanto, a pergunta pode ser feita na mesma a estas pessoas mais jovens, transformando-a nesta «quando e como iniciaste a tua prática espiritual?». O mesmo aconteceu com muitos adultos que foram sendo «despertos» em anos posteriores a esse 1989. Para todos os outros, que somos muitos, a pergunta é pertinente e mantém-se: «Que espiritualidade praticavas em 1989?».

Porque pergunto isto?

Porque este texto trata, sobretudo, das configurações astrológicas chamadas 'yod' ou 'Dedo de Deus'. Como a configuração deste ano de 2012 envolve Júpiter, Saturno e Plutão, interessava-me saber em que ano é que tinha havido outro Yod com estes mesmos 3 planetas. Foi em 1989. Sabendo eu o significado geral desse ano, dentro de mim, soou uma campainha e julgo ter entendido a ligação entre os dois Yod. O de 1989 e o de 2012. Explico-me:

Não vou deixar para o fim a síntese deste texto. Fica já aqui. Em ambos os anos o que esteve presente foi sempre estas duas ocorrências:
1) A subida da consciência colectiva desta nossa humanidade.
2) Um salto quântico a nível de entrada das pessoas nos caminhos espirituais. Quer colectivos, quer individuais.

Foi por isso que iniciei o texto com aquelas duas perguntas:
- Que espiritualidade praticavas em 1989?
- E hoje, em 2012?

Consegues responder para ti mesmo(a)?

Em Portugal, os mais crescidos sabem que se brinca muito com esta pergunta: «Onde estavas no 25 de Abril?» Como sabem, o '25 de Abril' é data da revolução portuguesa, em que a ditadura fascista foi deitada abaixo e iniciámos a era da democracia. Para os portugueses e para o mundo, também foi um salto quântico da humanidade.

Por isso, eu ter feito a analogia e surgirem as perguntas:

- Que espiritualidade praticavas em 1989?
- E hoje, em 2012?

Obviamente, não pretendo que me respondas, pois não tenho nada a ver com isso.

Veja na próxima página a continuação do artigo.

O que procura?

Comentários