Vai um ménage?

É das fantasias mais populares ou, pelo menos, mais falada. No entanto, colocá-la em prática pode não ser assim tão fácil.

Provavelmente a maioria das pessoas já se imaginou na cama com mais 2 pessoas. Já imaginou o quão intenso pode ser estar a ser tocado, beijado, penetrado pelas mesmas e sentir imenso prazer! Mas, ainda que a imaginação leve a sentir alguma tesão e vontade de experimentar, quando se pensa a sério na questão pode chegar-se a uma série de entraves com os quais não se vão conseguir lidar. Se pensa que um ménage é a coisa mais simples do mundo, reflita primeiro. Cada pessoa é diferente e caso não saiba lidar com as questões abaixo, o melhor é colocar de lado a prática e ficar pela fantasia. Ao fim ao cabo, quer-se uma experiência única e deliciosa e não algo traumático e que mine algum relacionamento.

Se é a três, é a três
A não ser que um dos intervenientes só queira assistir, não vale colocar de parte uma das pessoas só porque não há tanta tesão ou atração ou outra coisa qualquer. É óbvio que em determinados momentos há sempre alguém que fica de lado, mas este deve (e tem) de ser “recompensado” e vice-versa. Um ménage nesse aspeto é igual ao sexo a dois: todos têm de sair satisfeitos.

Não faça para agradar
Tal como no sexo, não vale de nada fazer algo com o qual não concorda ou não se sente à vontade. Um ménage só se torna realmente excitante e memorável se os três estiverem em sintonia e gostarem do que estão a fazer. Fazer a vontade ao parceiro, por exemplo, é um erro crasso.

Comentários