Os problemas de um casamento sem sexo

Pode dizer-se que está num dilema se está casada e tem relações sexuais menos de dez vezes por ano
Leia quais são os problemas mais comuns de um casamento sem sexo. Pode ser um grande fardo para os envolvidos.


Muitas vezes brincamos com o assunto mas há muitas dificuldades escondidas nestas brincadeiras. Há muitas causas que podem levar a esta situação.

É bom conhecê-las, para que enfrente as dificuldades e comece a resolvê-las.

Casamento sem sexo, 1º Problema

Problemas com a libido. Algumas pessoas sentem mais desejo do que outras. Depois de alguns anos de casamento (ou mesmo antes), um dos parceiros pode sentir-se frustrado quando as suas necessidades não são tidas em conta.

Casamento sem sexo, 2º Problema

As frustrações transformam-se em raiva quando não se consegue obter o que se quer ou deseja. A raiva pode fazer com que um dos parceiros esteja permanentemente ressentido com o outro, o que definitivamente não contribui para uma boa vida sexual. Estabelece-se um círculo vicioso: “se não me deres o que quero, não te dou o que queres”. As consequências de tais acções podem ser mais profundas do que uma mera insatisfação sexual.

Casamento sem sexo, 3º Problema

Controlo. Numa tentativa de mudar o comportamento do seu parceiro (para que este a satisfaça sexualmente), tenta controlar a conduta dele. Porém, não se apercebe que quanto mais controla o seu parceiro, mais o afasta. A raiva e o distanciamento assumem o controlo e transformam o sexo num campo de batalha.

Casamento sem sexo, 4º Problema

A confusão instala-se. O que é que se passa? O que é que mudou? Porque é que ele ou ela já não me quer? O que posso fazer para mudar esta situação? Durante quanto tempo vou conseguir suportar esta situação? Surgem várias questões e estas trazem consigo novas questões, mas as respostas são ilusórias.

Casamento sem sexo, 5º Problema

Perda de autoconfiança. A atracção mútua desaparece. O toque e as conversas íntimas são coisas do passado. A vergonha e o sentimento de culpa assumem o controlo da situação.

Casamento sem sexo, 6º Problema

Questões morais. Valoriza o seu casamento e quer mantê-lo, mas a falta de intimidade e erotismo estão a tornar-se insuportáveis. Será que a relação é suficientemente forte para ultrapassar o problema, ou não conseguirá sobreviver a ele? O que fazer?

Casamento sem sexo, 7º Problema

Está a pensar em ter um romance. Conseguiria estar com alguém que a deseja? Conseguiria dar este passo? E se fosse apanhada? Será que esta poderá ser uma maneira de salvar o seu casamento? Tais pensamentos podem ser terríveis porque para a maior parte das pessoas indicam o fim dos seus sonhos, ideias e crenças.

Saiba mais na próxima página

Casamento sem sexo, 8º Problema

Onde procurar ajuda? Com quem devo falar? Com a sua mãe, irmão, irmã, amigos, um padre ou um conselheiro matrimonial? O seu parceiro acompanhá-la-ia? Não envolva os seus filhos! Mas tem de falar com alguém porque guardar o problema só para si é pior do que o problema propriamente dito.

Casamento sem sexo, 9º Problema

Quer encontrar uma solução. Vá ao fundo da questão. Deve ter uma certa cautela quando lidar com o problema porque uma abordagem errada pode fortalecer o círculo vicioso. Já não se sente atraída pelo seu parceiro ou haverá algum problema mais sério na relação que se manifeste na sua vertente sexual?

Casamento sem sexo, 10º Problema

Medo de acabar a relação. A sensação de que está perdida começa a crescer na sua mente. O pânico está a enlouquecê-la.

Muitas vezes, o casamento sem sexo acaba em divórcio

Na verdade, a falta de sexo é a causa de todos os problemas que daí advêm, e a impossibilidade de resolver esta questão é motivo de divórcio. Na vida sexual e na vida em geral, cai no círculo vicioso e nem se apercebe disso. Sem saber, não encontra um caminho para sair desse círculo. Quanto tem noção do que se passa, o problema assume novas dimensões. O círculo vicioso pode ser quebrado quando se tem consciência dele. Ao encarar a situação na perspectiva certa, pode lidar com ela. Muitas vezes as pessoas preferem actuar a um nível subconsciente, no qual a única alternativa é procurar ajuda. Uma terceira pessoa pode dar-lhe uma visão diferente da situação e ajudar a descobrir o que vos sufoca, a si e ao seu parceiro.




Por T.B.


Intimate Medicine

Comentários