Romain Jacquet-Lagrèze é um fotógrafo francês que desenvolveu o projeto "Concrete stories", "Histórias de cimento" em tradução literal, uma coleção de instantes genuínos que mostram a vida quotidiana dos habitantes dos bairros mais antigos do centro de Hong Kong através dos telhados da cidade. Nenhuma das fotografias terá sido encenada. "Tive que esperar pelo momento certo para as capturar", garante.

Retratar o problema da sobrelotação urbana foi uma das suas intenções. "Queria mostrar a cultura vernacular das pessoas que vivem num ambiente extremamente urbanizado", justificou publicamente Romain Jacquet-Lagrèze. A ideia foi criar um registo da forma como as pessoas fazem o uso do espaço disponível numa cidade congestionada. O seu projeto começou numa manhã de 2014 devido a um golpe de sorte.

"Estava num telhado a pesquisar para um outro projeto. O céu estava muito claro naquele dia e o nascer do sol iluminava pouco a pouco a cidade, revelando pequenos focos de luz através dos edifícios. De repente, uma parte de um terraço das imediações ficou totalmente iluminado e algo se moveu. Olhando mais atentamente, percebi que alguém estava a arranjar uma antena", prossegue Romain Jacquet-Lagrèze.

"Os movimentos que gerava provocavam vários reflexos devido à luz do sol", revelou o fotógrafo, que deu, assim, quase inconscientemente, início ao projeto. Em maio, será publicado um livro que reúne todas as fotografias que tirou nos telhados, que lhe mostramos de seguida em jeito de antecipação. Um testemunho social da vida destes pátios, acessíveis a todos, usados pelos habitantes dos edifícios que fotografou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.