Christian Vieler vive em Waltrop, na Alemanha, com Lotte, uma cadela de raça labrador. Fotógrafo de cães a tempo inteiro desde 2016, começou, contudo, a registar expressões faciais de canídeos em 2013. Muitas delas surgem agora em "Treat!", o livro de fotografia que acaba de publicar. "Além dos divertidos instantâneos, adoro fazer grandes planos, capturando as suas expressões intensas", explica no seu site.

As imagens resultam de "Dogs catching treats", um projeto criativo que iniciou por acaso. "Tirei as primeiras fotografias com as guloseimas [caninas] por acidente", assumiu já publicamente. Num dia de chuva, recebeu o novo flash para a máquina fotográfica que tinha encomendado e, como não podia ir para a rua, começou a explorar o novo brinquedo na sala com a cadela. Atirou-lhe um croquete de ração e disparou.

A partir daí, nunca mais deixou de fotografar cães. "Nos seus focinhos, reconhecemos o pânico, a alegria, o medo da perda, o desejo absoluto e o auge do prazer. É a forma que têm de nos mostrarem o seu lado humano", justifica. Com mais de 500 fotografias no projeto, como as que pode ver de seguida, Christian Vieler não tem dúvidas. "É uma forma de conhecermos melhor os nossos amigos de quatro patas", assegura.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.