Estão apaixonados e fazem questão de o mostrar ao mundo em cenários (muito) românticos, principalmente se as viagens, os luxuosos hotéis e os requintados restaurantes que inúmeras vezes servem de cenário a essas produções fotográficas forem uma contrapartida pela (grande) exposição que muitas destas imagens acabam por ter. #lovecouples, #inspiredtravelcouples e #coupleblog são apenas algumas das muitas hashtags que usam nas fotografias que publicam.

Essas não são, no entanto, as únicas. As hashtags #travelingcouples, #creativetravelcouples e #travelcouplelife também são muito usadas. As redes sociais tornaram-se, na última década, no palco privilegiado para as demonstrações de afeto e, sobretudo após a explosão do Instragam, são muitos os casais que estão a lucrar com isso. A portuguesa Cláudia Ferreira Lastowska e o polaco Michal Lastowski, o casal que criou o blogue PartTime Travelers, é um exemplo disso.

As fotografias que tiraram na viagem que fizeram à Islândia, muito elogiadas pelos amigos, também atraíram as atenções dos cibernautas. "O número de seguidores começou a crescer e começámos a receber convites para visitar hotéis", revelou a blogger em entrevista ao programa "Novo mundo digital", transmitido pela RTP. Depois de anunciarem a intenção de visitar a Tailândia aos admiradores, foram contactados por uma unidade hoteleira de Banguecoque.

"Em troca de um pacote de fotografias, deixaram-nos ficar instalados no hotel", recorda Michal Lastowski. A partir daí, a enfermeira e o designer nunca mais pararam, passando a apostar no vídeo para atrair novos seguidores. "Consegue mostrar-se melhor o sítio. A pessoa consegue sentir mais o que nós vimos", justifica Cláudia Ferreira Lastowska. Acompanhado por mais de 40.000 pessoas, o projeto digital do casal, que reside no Reino Unido, já recebeu três prémios.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.