Com uma carreira de mais de 25 anos na fotografia, Mark Mawson tem desenvolvido um reconhecido trabalho utilizando uma técnica que conjuga pigmentos utilizados em belas-artes e a sua diluição em água. O resultado são padrões que aos olhos do observador surgem como quase fábulas sob a forma de imagem.

Padrões que servem os objetivos de Mark na série de fotografias intitulada “Liquid flowers & swirls”, o que traduzido para o português, fica descrito como “flores líquidas e redemoinhos”.

Não obstante crermos admirar a simetria da estrutura das flores, nenhuma das imagens de Mark foi captada tendo como motivo elementos naturais. Os intrincados padrões resultam de tintas, como acrílicos e aguarelas, fotografadas num elemento líquido e sujeitas a movimentos de rotação. Isto, com recurso a técnicas fotográficas que permitem ao artista captar centenas de imagens em poucos segundos.

As dezenas de imagens que integram este trabalho nascem da procura do britânico por flores imaginárias, criando um mundo onírico que tem cativado colecionadores de arte ligados a exposições públicas e privadas.

Muitos ingleses recordarão um vídeo pleno de imagens com padrões evoluindo em meio líquido e na fachada do Palácio de Buckingham no decurso do concerto do Jubileu da Rainha Isabel II.

Um fotógrafo que também se dedica à fotografia de moda, assim como subaquáticas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.