O treino de resistência muscular e força, vulgo “musculação” está cada vez mais na moda, mas a prática ainda afugenta a classe feminina. Embora existam inúmeras evidências científicas sobre os benefícios do treino de musculação em mulheres, ainda existe a crença de que se praticarem com muita frequência ou com cargas elevadas o resultado final será ficar com um corpo volumoso e masculinizado.

Se o seu objetivo é tonificar, aumentar a força e reduzir a massa gorda o treino de musculação é o mais eficaz para obter resultados rápidos e consistentes.

Benefícios do treino de força nas mulheres:

  • Diminui a massa gorda
  • Aumenta o metabolismo
  • Diminui as lesões a nível articular
  • Aumenta a autoestima e a confiança
  • Diminui patologias associadas à massa óssea, como a osteopenia e a osteoporose
  • Aumenta a tónus muscular
  • Diminui a celulite

Existem contrastes fisiológicos entre o corpo de um homem e de uma mulher que não permitem que as mulheres alcancem resultados idênticos ao sexo masculino. Desta forma, sempre que pensar em musculação no feminino pense em ficar forte e não em ficar gigante.

Homens e Mulheres: o que os distingue?

Aumento de massa muscular nas mulheres: mito ou realidade?
créditos: Holmes Place | Ana Andrade

Retomemos aos primórdios onde o homem usava a força para caçar e tinha um corpo mais definido e volumoso, comparado com a mulher com uma função menos ativa e com o corpo idealizado para a gestação.

Vamos a factos: o homem tem mais massa muscular do que a mulher, cerca de 10 a 15% mais, o que faz com que apresente menor quantidade de massa gorda. Ao contrário, em média, a mulher apresenta mais massa gorda do que o homem, verificamos uma acumulação de gordura superior na zona da anca e coxas e também nos seios (tecido adiposo) características femininas comuns.

Contudo a relação massa muscular vs massa gorda é inversamente proporcional, ou seja, quanto maior massa muscular tiver mais massa gorda irá gastar. A principal razão para esta diferença deve-se à produção hormonal. Nos homens a hormona responsável é a testosterona, nas mulheres o estrogénio e a progesterona.

A hormona testosterona é responsável, entre outras, pelo aumento da massa muscular, da excessiva pilosidade e pela voz grossa tão característica dos homens. Esta grande diferença deve-se ao facto de em repouso o homem produzir 10 vezes mais testosterona do que as mulheres e quando existe a prática de exercício físico intenso este valor é ainda superior. E aqui se percebe a facilidade com que um homem consegue aumentar a massa muscular em relação à mulher. Isto para percebemos que é mais fácil um homem aumentar o volume e ficar com um corpo mais tonificado e musculado em relação ao sexo feminino. O estrogénio e a progesterona são as hormonas que mais têm a ver com a reprodução sexual feminina, não interferindo no crescimento muscular e logo fazendo com que o ganho de massa magra seja um desafio a ultrapassar.

Aumento de massa muscular nas mulheres: mito ou realidade?
créditos: Holmes Place | Ana Andrade

Em suma, a mulher pode e deve praticar musculação, levantar pesos e treinar no ginásio sem ter medo de ficar com um corpo másculo. Tenha sempre em mente que o treino de força irá ajudar a reduzir a massa gorda, a ganhar tónus muscular e a melhorar a autoestima e confiança. Ao iniciar um plano de treino aconselhe-se primeiro com um profissional de saúde para que possa prescrever um plano adequado aos seus objetivos e condição física atual, relembro vai ficar forte, não gigante.

Bons treinos!

Artigo e Imagens:  Ana Andrade | Personal Trainer Holmes Place Parque das Nações

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.