Tira partido da energia emanada pelos cristais para curar de uma forma natural e devolver harmonia ao organismo. A Associação Portuguesa de Cristaloterapia (APC) define-a como "uma terapia complementar não invasiva que propõe o uso de cristais para reequilibrar e realinhar o campo vibracional de um corpo, de um órgão e/ou de um local, trabalhando desta forma ao nível do corpo físico, mente e espírito".

A falta de harmonia é, de acordo com a cristaloterapia, aquilo que provoca, nas nossas vidas, conflitos, situações dolorosas, atitudes erróneas, desilusões e/ou até problemas de relacionamento. A técnica é muito simples. Consiste na aplicação de diferentes cristais e pedras semi-preciosas sobre os órgãos ou centros de energia (chakras) do corpo para absorver os elementos negativos que estão na origem do desequilíbrio.

"Os cristais vibram numa frequência específica, de acordo com o seu sistema de cristalização, [a sua] cor e [os seus] componentes  atómicos internos", explica a APC. "Estes, geram campos eletromagnéticos capazes de canalizar, diluir ou mesmo transmutar energias, sendo então utilizados como ferramenta de equilíbrio para problemas gerais ou específicos em seres vivos ou locais", esclarece ainda este organismo.

"O cristaloterapeuta saberá analisar todo o sistema em questão (orgânico, emocional, ambiental) e aplicar os cristais com a frequência correta para a patologia/situação em questão, aplicando diversas ferramentas ao qual está habilitado", informa ainda a associação no seu site, onde deixa ainda um apelo. "Procure terapeutas certificados e acreditados pela nossa instituição", recomenda.

Os cristais certos para os diferentes tipos de dor(es)

Descubra, de seguida, os que pode usar e descubra o que podem fazer por si:

- Para as vértebras: Pedras vermelhas como o rubi, o coral ou o grenate.

- Para o coração: Pedras verdes ou cor-de-rosa como a esmeralda, o jade ou a turmalina.

- Para a garganta: Pedras azuis como a safira, a turquesa ou o topázio.

- Para a cabeça: Pedras de cor violeta como a ametista.

- Para o estômago: Pedras amarelas como o topázio e o âmbar.

- Para o corpo em geral: Quartzo cristalino.

Cristais que curam. Aprenda a tirar partido do poder da cristaloterapia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.