Para Hélder Flor "é muito frequente as pessoas andarem mais irritadas nesta altura do ano graças a uma energia mais descontrolada que o fígado recebe, dificultando a noite, devido à maior ocorrência de insónias e interrupções do sono".

Este "distúrbio energético", próprio da altura do ano, é caraterizado por um aumento de Yang essencialmente no fígado, mas também no coração, manifestando-se através de sintomas como taquicardia, palpitações, tensão alta, tonturas e enxaquecas e stress, diz o especialista.

Muitas pessoas ficam surpreendidas quando, ao chegar a primavera e o tão esperado bom tempo, se sentem mais cansadas do que o habitual. De facto, a chegada desta estação, com as consequentes mudanças climáticas, pode fazer surgir a chamada "astenia de primavera", cujos sintomas podem englobar falta de energia e de apetite, dificuldades ao nível da concentração, decréscimo da memória, irritabilidade, diminuição da libido, fadiga, fraqueza e desconforto geral.

10 razões saudáveis para dormir todo nu
10 razões saudáveis para dormir todo nu
Ver artigo

Hélder Flor aconselha a procura de tratamentos adequados para colmatar o problema, recorrendo a atividades como yoga ou pilates.

"Infelizmente, ainda se recorre bastante a ansiolíticos que, mesmo em quantidades reduzidas, trazem consequências graves, e muitas vezes irreversíveis, para o organismo", defende o especialista.

"É muito mais importante – e fundamental- procurar reequilibrar o corpo e moderar hábitos simples de alimentação, como o consumo de comidas muito condimentadas ou picantes e a sua substituição por vegetais amargos", acrescenta.

Hélder Flor deixa algumas recomendações

- Ingerir infusão de hortelã-pimenta. Esta é bastante recomendada nesta altura, pois ajuda a refrescar o fígado;

- Os vegetais de folha verde escura também são uma boa opção de consumo, sobretudo quando são feitos num wok, pois ajudam a desintoxicar o fígado e o organismo em geral;

- Além dos produtos acima referidos, deve procurar consumir alimentos amargos para aumentar a produção de bílis e ajudar o fígado a funcionar de forma mais eficiente, como as endívias, os grelos, o dente-de-leão, a rúcula, as nabiças, a alface e a abóbora.

Se os sintomas não se atenuarem, consulte o seu médico e este avaliará se poderá estar na presença de uma patologia que necessite de tratamento - como anemia, depressão, doença celíaca ou problemas de tiroide.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.