Com o inverno chegam os chapéus de chuva, os gorros, as luvas e os sobretudos. E, com a chegada do frio, não deve descuidar a sua saúde auditiva. A verdade é que a nossa saúde, principalmente ao nível da audição, pode alterar-se na época mais gélida do ano, já que as baixas temperaturas contribuem para diminuir as nossas defesas. Torna-se recomendável, então, que se tomem medidas de prevenção, para manter os ouvidos protegidos. Cuide da sua audição. É fundamental para que se sinta bem, em profundo equilíbrio e bem-estar. Eis alguns conselhos preventivos que deve ter em conta:

1. Preste especial atenção aos sintomas que a possam alertar para um possível transtorno dos ouvidos. Doenças como a bronquite ou a faringite podem chegar a afetar a saúde auditiva.

2. Mantenha os ouvidos protegidos na medida do possível no caso de baixas temperaturas. Aproveite os saldos para comprar um gorro de lã ou um tapa-orelhas, um acessório que além de protetor é muito elegante e chique.

3. Atente para as otites mal curadas. Estas podem provocar inflamação num ou em ambos os ouvidos ao mesmo tempo. Não é grave, mas pode causar problemas de audição, que desaparecem se forem tratados adequadamente.

4. Evite as infeções. O catarro ou gripe podem afetar os ouvidos, seja porque aparecem focos infeciosos no aparelho auditivo, seja porque o sistema imunitário se debilita e faz com que estejamos mais expostos.

5. Tenha uma alimentação que fortaleça os ouvidos. Uma dieta rica em vitamina B-12 (leite e seus derivados, ovos, fígado, carnes vermelhas, aloé vera, algas ou polén) é altamente benéfica para o sistema nervoso e também para os ouvidos.

Veja na página seguinte: Os cuidados a ter com a limpeza dos ouvidos

6. Não descuide da higiene dos ouvidos. Se deseja mais eficazmente limpar os seus ouvidos, recorra a difusores de água marinha e a não introduza cotonetes ou outros objetos.

7. Aqueça o ouvido. No caso de notar que o ouvido está inflamado por causa das baixas temperaturas, poderá aplicar ao chegar a casa uma botija de água quente, de forma externa, para acalmar a inflamação.

8. Faça uma revisão auditiva depois de ter curado uma otite ou qualquer tipo de infeção do ouvido com o objetivo de comprovar se afetou ou não a audição e tomar o quanto antes as medidas adequadas.

9. Dê especial atenção às crianças e aos idosos. São os grupos mais propícios a contrair doenças durante esta época do ano, devido principalmente ao facto de o seu sistema imunitário possuir menor capacidade defensiva perante agressões externas como o vento, o frio ou a chuva. Portanto, também são os grupos mais suscetíveis a padecer de transtornos auditivos nesta época do ano.

10. Defenda-se das mudanças de temperatura. Os ouvidos são um órgão especialmente sensível aos rigores do inverno. Podem ser afetados pelo frio, pelo vento e até por mudanças bruscas de temperatura quando saímos das nossas casas (ou até dos transportes, públicos ou privados) para o exterior.

Texto: Alexandra Marinho (audiologista e responsável pela área de vendas do norte da GAES – Centros Auditivos)