Somos diariamente surpreendidos por imagens partilhadas nas redes sociais de bolos magníficos, muitos deles saídos do engenho e labor de chefes de pastelaria, confeiteiros e doceiras de mão cheia.

O que acontece, contudo, aos milhões de bolos produzidos mundo fora, por mãos amadoras (e, convenhamos, pouco experientes), fruto do desastre pasteleiro?

Bolos fugazes, nunca fotografados e logo esquecidos. Para nosso deleite, alguns, entre estes bolos, são captados em imagem e partilhados nas redes sociais, com uma ponta de orgulho por parte dos autores.

Imaginemos, então, o rosto dos brindados com estas decadentes pérolas da pastelaria. Crianças defraudadas em festas de aniversário, um lanche de domingo irremediavelmente perdido, um mimo à cara metade que nunca deveria ter conhecido a mesa onde chega.

Vale a pena espreitar e não esconder um sorriso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.