Não é novidade que listas com os melhores do mundo no setor dos vinhos e seus protagonistas, encontramo-las para todos os gostos. Pese embora a larga oferta, há que mencionar que as listagens não nascem todas iguais, particularmente quando chegam de uma publicação com escala no setor como esta Wine & Spirits, com sete edições anuais, e perto de 200 mil leitores.

Anualmente um júri representando a revista norte-americana elege aquelas que considera as melhores adegas à escala global. Uma eleição que recai após a prova e análise de mais de 11 mil vinhos e sobre a solidez das empresas produtoras. Em 2019, cinco casas vinícolas portuguesas figuram na lista “Top 100 Wineries”.

Uma tabela onde estão representados 15 países, com cinco entradas por país. W&J Graham's (Symington), no Douro, Quinta do Noval, também duriense, Luís Pato, da Bairrada, Quinta do Soalheiro, de Melgaço, região dos Vinhos Verdes e Taylor Fladgate, Douro, foram considerados pelos críticos da Wine & Spirits como os representantes do quinteto vencedor português.

No compito final, coube aos Estados Unidos da América o maior número de produtores selecionados, com 36 entradas, seguido de Itália, com 15 casas, as mesmas que França. Com oito adegas eleitas, encontramos Itália, seguida de Portugal com as cinco já citadas. Áustria, Alemanha Grécia, Chile, entre outros países, também constam da lista que pode ser consultada aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.