Sob as condições ideais, com tempo húmido matinal, e seco e soalheiro à tarde, a uva sujeita à presença de um fungo chamado Botrytis cinerea, desenvolve a denominada Podridão Nobre. Isto por oposição à Podridão Cinzenta, provocada pelo mesmo fungo, mas que, a si, não chama nenhuma nobreza. Pelo contrário decompõe a uva e inviabiliza a sua utilização.

No caso da Podridão Nobre, as uvas, “curtidas”, concentram açucares e acidez. O resultado são vinhos "botrytizados", vindimados, por vezes bago a bago, em diferentes rondas, produzidos em pequenas quantidades, prestando-se a grandes néctares, depois de vinificados. Dois exemplos maiores, são os vinhos de Sauternes (Bordeux, em França) e de Tokaj, na Hungria, embora os encontremos noutros países como a Alemanha, Áustria e Itália.

Em Portugal temos os colheitas tardias (Late Harvest), embora nem todas as regiões reúnam condições para a Botrytis cinerea se desenvolver. Refira-se, a título de exemplos, o Alvarinha QM Vindima Tardia, produzido pelas Quintas de Melgaço, o Quinta da Alorna Colheita Tardia (Almeirim), ou o Herdade dos Grous Late Harvest (Beja).

Vinhos que se prestam a excelentes acompanhamentos para sobremesas, embora dada a sua quantidade limitada, apresentam preços de garrafa elevados.

Uma nobreza que o fotógrafo norte-americano Peter Lippmann capta em imagens de grande formato, numa série que intitula “Noble Rot”. Tal como nos vinhedos, Lippmann procura nas suas fotografias deter o foco em cada bago destas uvas castigadas pelo fungo Botrytis cinérea.

Mais conhecido pela fotografia comercial para marcas de luxo como a Cartier, Christian Louboutin, Audemars Piquet, o fotógrafo natural de Nova Iorque, procura nesta sequência de imagens, elevar a arte as uvas que, mais tarde, produzem néctares singulares.

Peter, com trabalhos representados em França, Itália e Estados Unidos, fá-lo não escondendo um dos nossos maiores medos, a decadência física. No caso vertente demonstrando que a decrepitude é um caminho para um momento maior, quando as uvas se tornam vinhos que perduram no tempo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.