Para quem gosta chocolate nunca é demais, mesmo quando enche um espaço tão grande quanto a Arena do Campo Pequeno em Lisboa. Que o diga quem não falha uma edição, e já vão cinco, deste evento que reúne sob o mesmo teto, o melhor do chocolate nacional e internacional.

De 1 a 4 de fevereiro, O Chocolate em Lisboa, repete a boa dose de gulodice em formato festivo, com a presença garantida de dezenas de expositores nacionais e estrangeiros, chefes de pastelaria, alguns deles a trabalhar em hotéis com estrelas Michelin, mestres chocolateiros.

Dicas para preparar um chocolate quente fabuloso
Dicas para preparar um chocolate quente fabuloso
Ver artigo

De acordo com a organização do evento, podemos contar este 2018 “com um programa diversificado e convidativo, dirigido a apreciadores e curiosos de todas as idades. O Chocolate em Lisboa deste ano terá como ponto incontornável o Choco Cooking, com elucidativas sessões sobre a arte de cozinhar e trabalhar o chocolate, levadas a cabo ao vivo por chefes de pastelaria e mestres chocolateiros”.

Entre as presenças confirmadas, estão a de Carlos Valente (Hotel Vila Vita) e Américo Santos (restaurante Belcanto), ambos com duas estrelas Michelin, Francisco Siopa (Hotel Ritz-Carlton Penha Longa)e Ricardo Tiago (Casa de Chá da Boa Nova), Tiago Bonito (Hotel Casa da Calçada), Patrícia Godinho, restaurante Eleven, somando entre eles quatro estrela Michelin, e Francisco Moreira, formador na Calebaut Academy Belgium.

Chocoólicos preparem-se, vem ai mais uma edição do Chocolate em Lisboa
O Chocolate em Lisboa

Adicionalmente, o Campo Pequeno vai ainda acolher um vasto alinhamento de chefes cujas criações incluem chocolate nos seus ingredientes.

Serão mais de 30 sessões distribuídas pelos quatro dias do evento, diariamente entre as 11h00 e as 21h00.

No Sábado, dia 3, o destaque irá para os Workshops. “Os Celíacos e o Chocolate” é um dos sugeridos no âmbito da saúde, mas há mais propostas. A pensar nas famílias, o Workshop “Delícia de Chocolate com Cremoso de Morango”, promete deliciar miúdos e graúdos. Já “A Rota do Cacau Venezuelano” vai pôr o cacau no mapa deste que é um dos países produtores de excelência da América do Sul.

A participação nos Workshops é feita mediante inscrição e pagamento antecipado através do endereço eletrónico ochocolateemlisboa@campopequeno.com

O primeiro dia d’O Chocolate em Lisboa servirá também para anunciar os vencedores do concurso “Chocolates da América Latina”, um desafio lançado até 28 de Janeiro aos apreciadores das artes culinárias com chocolate para destacar a excelência na elaboração de produtos com cacau proveniente de países da América Latina, numa de três categorias possíveis: tablete, bombom ou trufa.

Os bilhetes para entrada têm o valor de 2,00 euros para crianças dos seis aos 11 anos e de 4,00 euros para o público a partir dos 12 anos; a entrada é gratuita para crianças com idade igual ou inferior a cinco anos.