O FestiSAL, que no ano passado recebeu um milhar de visitantes, tem a particularidade de se realizar numa área protegida, que não está normalmente acessível ao público em geral, oferecendo, entre as 09h00 e as 20h00, um leque variado de atividades relacionadas com produção de sal artesanal.

Aqui a história e identidade local é desvendada entre trilhos de salineiros e a gastronomia local tem encontro marcado com as novas criações gastronómicas, num espaço natural banhado pelo Tejo, que apresenta uma relevante e diversificada comunidade de flora e avifauna.

Com uma área de 360 hectares, o Complexo de Salinas do Samouco une uma diversificada biodiversidade a um importante património sociocultural.

Este complexo centenário, originalmente constituído por 56 salinas, remonta ao século XIII, e foi durante muitos anos, o principal produtor de sal de todo o país. As Salinas do Samouco albergam hoje, para além da produção de sal, um projeto ecológico e ambiental de proteção e conservação, sendo um local de alimentação, refúgio e nidificação de milhares de aves e outras espécies.

A produção de sal nas Salinas do Samouco é feita sobre os moldes artesanais. O sal e flor de sal extraídos dos cristalizadores preservam as propriedades da água marinha e são utilizados não só na gastronomia, mas também para a utilização em tratamentos medicinais, cosmético e spas, bioherbicidas, piscinas e produção de salicórnia.

O sal já era. Salicórnia conquistou paladar dos portugueses
O sal já era. Salicórnia conquistou paladar dos portugueses
Ver artigo

Além da produção de sal, a Fundação das Salinas do Samouco conta com outros projetos, não só no que respeita ao estudo das aves como sobre o uso sustentável dos recursos naturais – hortas biológicas e recolha de plantas halófitas. Entre as cerca de 90 espécies de aves que recorrem às salinas, destacam-se o borrelho-de-coleira-interrompida, a chilreta, o pernilongo e o flamingo.

Um dos principais objetivos da Fundação das Salinas do Samouco é a sensibilização e educação da população em geral e de grupos escolares em particular, para a temática das zonas húmidas, em especial sobre o complexo das Salinas do Samouco. A Fundação atua como eixo de suporte a muitos programas de escolares e multidisciplinares, proporcionando as condições necessárias para a consolidação dos mesmos.

O evento é organizado pela Câmara Municipal de Alcochete, Lusoponte, Fundação das Salinas do Samouco e Associação Gil Teatro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.