À medida que a grande data se aproxima, não são só os nervos que aumentam. Chega também a altura de tomar as decisões mais importantes, nomeadamente sobre o penteado que deve favorecer os seus traços, o vestido e o véu, além da maquilhagem, que exige naturalidade e esplendor, para que o dia que se afigura como o mais inesquecível da sua vida possa ser vivido com maior intensidade.

O factor essencial de todas as maquilhagens de noi­va é conseguir uma versão ainda mais bonita de si mesma. Estes são alguns dos truques que deve assimilar pa­ra não falhar no grande dia:

- Faça um estudo prévio

A maquilhagem é sempre realizada depois de se fazer um estudo prévio do rosto e é pre­ciso ter em conta um número infindável de factores, a hora da cerimónia, tipo de luz, clima, cor do vestido e as jóias que vai usar. Só analisando todos estes fatores conseguirá obter um look final harmonioso e seguro.

- Defina as bases

Um desenho correto das sobran­celhas é fundamental, assim como a base de maqui­lhagem, que deve cobrir bem mas ter um tom mui­to natural. O essencial é que não a deixe com brilhos inestéticos. Caso a emoção decida aparecer, é melhor precaver-se com uma máscara de pestanas à prova de água.

- Aposte num efeito de longa duração

Para a maquilhagem durar muitas horas, utiliza-se um spray de fixação facial e uma am­pola de efeito luminoso. Para além disso, não se esque­ça de levar consigo batom, pó solto e lápis de contor­no de lábios para se ir retocando ao longo do dia.

- Não negligencie o período de experimentação

Quando se coloca nas mãos de profissionais com quem tem empatia, só é necessário fazer um teste, no qual vão adaptar a ma­quilhagem ao seu gosto e visual. Evite a todo o custo os batons nacarados e as bases muito oleosas.

Veja na página seguinte: O problema dos penteados muito elaborados

A (boa) escolha do penteado

Existem dois tipos de noiva. De um lado está a que decide interpretar o papel de noiva e que o assume em todos os sentidos e, de outro, a que quer simples­mente estar bonita e não pretende fugir à sua ima­gem habitual. Em ambos os casos, o cabeleireiro deve reunir todas as informações possíveis sobre o casamento. O local da cerimónia, hora, estilo do vestido, personalidade da noiva, só assim conseguirá acertar a cem por cen­to.

A escolha do penteado é (quase) tão importante como a do próprio vestido. Exige, por isso, uma série de cuidados:

- Os penteados semi-apanhados ou cabelos soltos são reco­mendáveis para noivas com mais de trinta anos, pois conferem um aspecto jovem, enquanto os apanha­dos mais elaborados dão dureza às feições.

- Também é preciso ter em conta os traços faciais. Os rostos longos são suavizados com apanhados baixos e folga­dos, os redondos pedem apanhados na zona supe­rior da cabeça e os queixos proeminentes requerem volumes marcados na nuca.

- Tenha sempre estes factores em conta para valorizar (ainda mais) a sua imagem. Não vai querer ser uma daquelas noivas com quem os filhos costumam gozar quando vêem as fotos uns anos mais tarde, pois não?

Texto: Madalena Alçada Baptista