O termo edging no vocabulário sexual significa parar quando se está perto do limite do orgasmo e tal pode acontecer as vezes que se quiser. O mesmo vai proporcionar um orgasmo mais intenso e duradouro e, no caso dos homens, aumentar o volume e força da ejaculação. Não obstante, é uma prática segura e eficaz para quem sofre de ejaculação precoce.

À primeira vista parece algo incontrolável ou até algo que não se quer controlar. Afinal de contas, para quê parar o que à priori já se sabe que vai ser tão bom?! Certo! Mas a grande questão é que quem experimenta e põe em prática o edging diariamente, afirma que não há nada melhor e que vale muito a pena. Pense no seguinte cenário... está a receber sexo oral e quando está quase a atingir o orgasmo para! Muda para uma posição onde há penetração e ainda experimentam outras até finalmente atingirem o orgasmo. Para além de fazerem render o ato sexual, o orgasmo é bem intenso e duradouro.

É tudo uma questão de autocontrole, mas claro está que exige alguma paciência e prática. Assim sendo, o ideal é que comece a experimentar sozinho com a masturbação. Mas como?

  • Conhecer bem o seu corpo e o seu ponto sem retorno é fundamental, ou seja, saber ao certo quando deve interromper. Indicadores como a respiração mais rápida ou movimentos mecânicos também são úteis para saber quando parar. Aguarde cerca de 1mn até que a energia sexual diminua e retome, sendo que deve repetir o processo 2 a 3 vezes. Não se vai arrepender!
    No caso das mulheres é conveniente que se experimente a técnica com os dedos; a não ser que se conheça bem o seu ponto sem retorno com o uso de um sex toy; uma vez que há uma maior sensibilidade.
  • Os exercícios Kegel também são uma mais valia. Não só fortalecem a zona pélvica para outro género de situações, como irão ajudar a travar o orgasmo, com um simples aperto interno. O bom dos mesmos é que podem ser feitos em qualquer lado e a qualquer hora sem que ninguém se aperceba. Quando for urinar trave o fluxo (não faça disto um ritual) e fica de imediato a saber como se faz o tal aperto interno. Depois, é só praticar: segurar e soltar, segurar e soltar.
  • Através da respiração lenta e intencional também é outra das estratégias. Tal como o faz quando possivelmente está a ficar mais ansioso, aqui o conceito é igual, ou seja, diminuir a resposta do seu corpo à excitação através da velocidade da respiração. Assim, adotar uma respiração profunda e lenta, preferencialmente, pela barriga pode diminuir e parar o clímax.

   

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.