"Dias Escritos", por Ana Amorim Dias

Os escritores existem para se emocionar... e despertar emoções!

  • Agents provocateurs

    Sustentar a classe e o charme com roupas que revelam demais as carnes é uma arte que não está ao alcance de todas

  • Fazer-te crescer

    A escrita não é o destino, é o caminho

  • Rocio

    Deambulámos os quatro um pouco por todo o Rocio, cada um de nós entendendo à sua maneira o fenómeno que estavamos pela primeira vez a viver

  • Que nunca me faltem as pernas!

    Desconheço a razão pela qual encaro este aniversário como um portal de acesso a uma nova realidade

  • Silêncio

    Estava a acabar de pintar as unhas quando eles se sentaram na esplanada. Um casal jovem com dois filhos pequenos. As unhas foram secando enquanto eu lhes observava o silêncio.

  • Um café na esplanada

    Parámos à porta de uns quatro restaurantes diferentes

  • La mirada oscura

    Depois de, há uns dias, ter ido à biblioteca de Huelva falar sobre o meu trabalho, recebi um mail do António (o amigo que me convidou), a narrar que um dos participantes me tinha escrito um poema

  • O misterioso caso da caneta lilás

    Há uns tempos, numa loja onde frequentemente faço compras, vi uma caneta lilás, um tanto ou quanto pirosa, que me chamou a atenção.

  • Relatos de paixão

    Como é que é, mãe, estar apaixonado?

  • "Ser de"

    Afogar-se em tristezas profundas por algo que não tem qualquer importância?

  • Mãee!

    No meu papel de mãe tenho aprendido muitas coisas

  • Ressonância

    Acredito na ressonância entre os seres

  • A melhor prenda

    As melhores e mais valiosas prendas nunca são bens materiais

  • Espiritual

    Saboreei a tosta como se fosse a primeira vez

  • Exaltação das virtudes

    Há um certo pudor inerente à exaltação das nossas qualidades. E existem muitos enquadramentos para abordar o tema.

  • A professora do lobo

    Este Lobo tem sido, para mim, muito mais que um professor

  • O lugar

    Cabe-nos ou não a responsabilidade de civilizar as bestas com que nos cruzamos?

  • És minha mãe no facebook?

    Uma mãe virtual, atenta e preocupada