Violência contra as mulheres continua a aumentar

Amnistia Internacional divulga estudo com números preocupantes

Os números são alarmantes e revelam apenas a ponta de um iceberg.
Um estudo hoje divulgado pela Amnistia Internacional indica que 4 portugueses são vítimas de crime todos os dias, sendo que as vítimas são essencialmente do sexo feminino.

O estudo abrange situações decorridas nos últimos três anos e denuncia crimes contra a liberdade e auto-determinação sexual, nomeadamente violações, abusos sexuais contra crianças, adolescentes e dependentes, num índice que a organização caracteriza como muito elevado e preocupante.

Em 2007, os dados da PSP e da GNR revelam que houve 1443 denúncias, referentes a 1526 pessoas, o que se traduz, em média, em quatro vítimas por dia deste tipo de violência.

De acordo com as autoridades policiais, 87 por cento das queixas foram feitas por mulheres, sendo que muitas têm idades inferiores a 16 anos.

De acordo com a Amnistia Internacional, os números agora divulgados indicam que o o fenómeno da discriminação de género continua enraizada no País e que as queixas conhecidas revelam apenas uma parcela dos casos reais conhecidos pelas autoridades.

6 de Março de 2008

Comentários