Transexuais que quebraram o silêncio

Conheça homens e mulheres transexuais, figuras públicas que assumem a mudança de género

Lourenço Ódin Cunha, concorrente do “reality show” da TVI Casa dos Segredos 4, foi um dos vencedores dos Prémios Arco-Íris, atribuídos no último sábado em Lisboa. A cerimónia, organizada desde há 11 anos pela ILGA - Portugal, associação de defesa dos direitos das minorias sexuais, decorreu no Teatro do Bairro.

Os outros vencedores foram o apresentador Manuel Luís Goucha; os deputados socialistas Isabel Moreira e Pedro Delgado Alves; o guionista Pedro Lopes; a Secretaria de Estado da Igualdade; e a Escola de Polícia Judiciária.

Transexual mulher-para-homem, Lourenço Cunha foi escolhido por ter “ajudado a quebrar uma história de silêncio das pessoas transexuais, sobretudo dos homens transexuais, em Portugal”, justificou a ILGA. Há nove anos, a também transexual Filipa Gonçalves participou num reality show da TVI, "Quinta das Celebridades".

Em todo o mundo – na Europa e nos EUA, pelo menos – há cada vez mais figuras públicas que assumem a mudança de sexo. Mas o tema ainda não alcançou a visibilidade e a importância política da homossexualidade.

Bruno Horta

artigo do parceiro: Bruno Horta

Comentários