Oprah, uma vida feita de conquistas

Eleita uma das mulheres mais influentes do mundo, Oprah Winfrey deixa saudades, mas não pára a sua carreira.

Nasceu em 1954 em Mississipi aquela que viria a tornar-se uma das mulheres mais influentes do mundo, epíteto lançado pela revista Forbes há já algumas décadas e que tem sido renovado ano após ano.

Chamaram-lhe primeiro Orpah Gail Winfrey, mas em virtude de problemas a soletrar o nome, o "r" e o "p" foram invertidos, daí ter ficado para todo o sempre Oprah.

A infância de Oprah Winfrey foi infeliz. Com pais adolescentes, viveu com a avó durante seis anos numa zona rural pobre para norte do país e foi ela quem lhe ensinou a ler precocemente aos três anos. Na igreja ficou conhecida pela alcunha The Preacher (A Pregadora), pela habilidade de recitar versos da Bíblia.

Mas a avó era muito exigente e entre ensinamentos e muita agressividade, Oprah foge de casa aos 14 anos, depois de ter engravidado e perdido o único filho que viria a ter.

Mais tarde, muito mais tarde, em 1963, revelou ter sido molestada pelo tio e primos aos nove anos, um segredo que guardou durante muito tempo e que resolveu tornar público para servir de exemplo a outras jovens.

Apesar da vida difícil, Oprah sempre se dedicou aos estudos e aos 13 anos ganhou uma bolsa de estudos na Nicolet High School, uma das melhores escolas públicas do Wisconsin.

Fica então a viver com o pai em Nashville e pouco a pouco, o patinho feio tornou-se na mais popular das jovens, daí ninguém ter estranhado quando seguiu a carreira dos media. Estudou Comunicação Televisiva numa universidade historicamente negra e aos 17 anos ganha até um concurso de beleza.

posteriormente, a rádio local, WVOL, contrata-a para o noticiário e aqui Oprah começa a construir bases sólidas para a sua futura carreira. Hoje, confessa que a avó influenciou-a muito, pois incentivou-a a falar em público "deu-me uma imagem positiva de mim mesma”.

Muda-se para Baltimore em 1976 para trabalhar também num jornal local. Actuou ao lado de Richard Sher no programa People are Talking, que estreou em 1978..

Em 1983 a entertainer muda-se para Chicago para liderar o talk show matinal AM Chicago, que, num ápice, tornou-se num dos mais vistos da região.

O sucesso foi tanto que o programa foi rebaptizado de Oprah Winfrey Show e passou a ser transmitido para todo o país em Setembro de 1986.

Oprah duplicou a sua audiência nacional. A revista Time escreveu a este propósito:: "Poucas pessoas apostaram que Oprah Winfrey teria uma rápida ascensão na mídia televisiva. Em uma área de trabalho dominada por homens brancos e mulheres brancas, ela é uma negra de preferência majoritária… Ela não é concorrência para Paul Donahue…Trata-se do talk show como uma sessão terapêutica."

Em meados de 1990 introduziu rubricas mais populares no seu programa que começou a cativar audiências de uma forma surpreendente.

Em 1993 a sua entrevista com o cantor pop Michael Jackson tornou-se o quarto evento mais assistido da TV americana com uma plateia recorde de 100 milhões de pessoas.

A entertainer assina contrato com a emissora ABC onde permanece até agora para se despedir depois de 25 anos no ar.

Mas Oprah sai para um projecto muito maior. Um canal próprio via TV cabo será a menina dos seus olhos doravante com programas que ainda estão no segredo dos deuses ,mas que prometem muitas audiências.

aqui

artigo do parceiro: Nilza Rodrigues

Comentários