Nadadoras-salvadoras aconselhadas a vestir calças por cima do fato de banho em Espanha

A direção do Salvamento Marítimo de Gijon, em Espanha, solicitou às nadadoras-salvadoras para trocarem o biquíni por calções e t-shirt para evitar mais polémicas.
créditos: Twitter

São mulheres, são nadadoras-salvadoras e usavam biquíni quando foram fotografas por desconhecidos. As imagens das socorristas de Gijón em fato de banho foram parar à Internet e percorreram as redes sociais, gerando uma onda de comentários sexistas.

Tudo começou depois de um utilizador do Twitter ter partilhado uma fotografia com a seguinte descrição: "Alerta em Gijón: 10 civis morreram afogados esta manhã. Alguns até duas ou três vezes".

Tal levou o departamento de Salvamento Marítimo daquela cidade do Norte de Espanha a convidar as nadadoras-salvadoras a vestirem calções ou calças por cima do fato de banho para evitar mais polémicas.

Essas instruções estão, no entanto, na origem de uma outra polémica: a cedência das instituições aos comentários sexistas.

Segundo a presidente da Associação de Mulheres Separadas e Divorciadas das Astúrias, uma das socorristas fotografadas chegou mesmo a ser repreendida pela sua chefe por causa das imagens partilhadas online por desconhecidos.

Entretanto, várias organizações espanholas começaram a reagir à ordem para vestir calções, com mensagens de apoio para as nadadoras-salvadoras.

Veja ainda: Já é possível mergulhar na única página no meio de Lisboa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários