Marc Jacobs deixa a Louis Vuitton

O estilista Marc Jacobs vai deixar a casa Louis Vuitton para se concentrar na sua própria marca.

Marc Jacobs apresentou a sua última coleção como designer da Louis Vuitton na semana da moda de Paris. A confirmação partiu do CEO da holding LVMH, Bernard Arnault, terminando assim uma ligação de 16 anos.

A razão da saída foi avançada pela Women's Wear Daily. O estilista quer concentrar-se na entrada em bolsa da sua própria marca, detida pela LVMH. O projeto deverá ganhar forma nos próximos três anos.

O designer norte-americano entrou para a Louis Vuitton em 1997 assumindo desde então a direção criativa das linhas de pronto-a-vestir para homem e mulher, e aumentando os lucros da casa francesa que, anualmente, gera cerca de sete mil milhões de euros. Este ano, o lucro da Louis Vuitton baixou quase para metade. Tendo conseguido manter um crescimento anual de cerca de 10% durante décadas, em 2013 esse valor baixou para perto de 5%.

A última coleção de Jacobs teve tom de despedida: todos os looks eram pretos (como aconteceu no seu primeiro desfile para a LV) e o cenário continha alguns símbolos usados em desfiles anteriores, como o carrossel, as escadas rolantes, a fonte e um relógio enorme.

O estilista dedicou as suas últimas criações às mulheres que o inspiram (Kate Moss, Kate Grand, Emanuelle Alt, Anna Wintour, Coco Chanel, Cher, Miuccia Prada, Madonna e Sofia Coppola entre elas) e à "showgirl que existe em cada uma delas".

O susbtituto de Marc Jacobs na LV ainda não foi divulgado, mas rumores dão conta que Nicolas Ghesquière, que no ano passado deixou a Balenciaga, poderá estar a ser considerado para o cargo.

Veja ainda:

Marc Jacobs para a primavera/verão 2014

Comentários