Ídolos pop da década de 1980 inspiram Jean Paul Gaultier

Nova coleção recria visuais de figuras icónicas

David Bowie, Boy George, Madonna e Grace Jones, ídolos pop da década de 1980, são as principais fontes de inspiração da nova coleção de moda primavera/verão do criador francês Jean Paul Gaultier.
Na última Semana de Moda de Paris em outubro, o estilista já tinha revelado criações com apontamentos de visuais usados pelos intérpretes de «Like a virgin» e «Heroes».

Na primeira imagem da campanha promocional da linha estival de 2013, apresentada ontem no Twitter do criador de moda, evidenciam-se ainda os looks andrógenos de Grace Jones e do ex-vocalista dos Culture Club, Boy George. As fotografias promocionais da nova coleção têm a assinatura do fotógrafo Sebastian Kim e direção de arte de Babeth Djian. Madonna surge representada pela modelo Ginta Lapina, Grace Jones por Jeneil Williams, David Bowie pela manequim Hannelore Knuts e Boy George também por uma mulher, Maria Kashleva.

«Nos anos 1980, surgiam visuais exuberantes verdadeiramente originais. Hoje em dia, a tendência é mais para copiar o que os outros vão fazendo, como se fossem clones. Todos estes artistas tinham um visual próprio e característico e também uma estética que fazia com que as pessoas reagissem à sua figura», justificou já publicamente Jean Paul Gaultier, que não se cansa de elogiar a sua eterna musa. «Madonna foi a pós-feminista depois dos anos de libertação com a queima dos sutiãs», considera.

8 de janeiro de 2013
Foto: Jean Paul Gaultier

artigo do parceiro:

Comentários