#FightCancerWithFashion: como a moda ajudou uma mulher na luta contra o cancro

Após descobrir que tinha cancro, Lisa Rossiter, de 34 anos, encontrou no mundo da moda uma forma de se manter positiva durante este período doloroso. Durante os tratamentos de quimioterapia, documentou os seus looks na rede social Instagram.

Lisa Rossiter, tem 34 anos, é casada, mãe de um menino e em 2014 descobriu que tinha cancro no intestino. De imediato começou os tratamentos de quimioterapia e como forma de manter uma atitude positiva durante este processo doloroso decidiu apoiar-se nas redes sociais e no mundo da moda.

Durante os 125 dias em que fez os tratamentos de quimioterapia, Lisa partilhou no Instagram os looks escolhidos sob a hastag #FightCancerWithFashion, explicando a escolha de cada peça de roupa e acessórios para aquele dia.

Em entrevista à revista australiana That’s Life, Lisa afirmou que o facto de dedicar alguma parte do seu tempo a pensar naquilo que ia vestir ajudava-a a sentir-se mais bem-disposta. As cores fortes, como o amarelo e vermelho, eram uma constante no seu guarda-roupa, que nunca estava completo sem um bom batom e uns sapatos de salto alto.

O diagnóstico foi feito após uma intoxicação alimentar que a levou até ao hospital. Após um raio X descobriu que tinha dois tumores no intestino. Depois da cirurgia, começou os tratamentos de quimioterapia uma vez que o cancro acabou por se alastrar aos gânglios linfáticos. Durante este processo, a resposta e apoio que recebeu através das redes sociais foi inacreditável.

“Havia dias em que não tinha energia nenhuma, mas continuava a partilhar os meus looks. Não queria abordar a minha situação, mas ajudou-me a fortalecer a relação que tenho com os meus amigos e família”, disse à revista That’s Life.

Após ter terminado a última dose de quimioterapia em julho, Lisa aguarda agora pelos resultados finais em dezembro para saber se venceu esta batalha contra o cancro.

Comentários