Festival de Almada arranca hoje

A iniciativa decorre até 18 deste mês e percorre Almada, Lisboa, Coimbra e Porto

O Festival de Teatro de Almada (FTA) arranca hoje, segunda-feira, com a peça “Fabula Buffa”, escrita a partir de um texto de Dario Fo, na primeira de muitas homenagens desta edição ao teatro italiano.

No palco grande da escola D. António da Costa, em Almada, vão estar as personagens imaginadas pelo dramaturgo, encenador, ator e artista plástico Dario Fo, Nobel da Literatura em 1997, no seu “Mistério Bufo”, para contar a história do nascimento do contador de histórias.

Dois pedintes, um paralítico e um cego, são milagrosamente curados contra a sua vontade. E são obrigados a enfrentar a realidade como as pessoas normais.

Carlo Boso, colaborador artístico da peça e especialista na Commedia dell’Arte, considera que a obra pretende “dar vida a uma forma espetacular destinada a acordar a esperança numa sociedade enfraquecida por um vazio existencial [para lembrar que] o teatro é uma arma poderosa”.

A peça é uma criação do Teatro Picaro, de Paris, França, e tem como intérpretes os italianos Ciro Cesarano e Fabio Gorgolini.

A Commedia dell'Arte, movimento italiano de atores contra as práticas cortesãs e o teatro conformista nos séculos XV e XVI, que aguarda que a UNESCO a declare este ano património cultural e imaterial da humanidade, é a personagem principal da edição deste ano do festival.

A 28.ª edição do FTA, que continua até dia 18 de julho, leva a palco 11 estreias de companhias de 10 países, num total de 27 representações, que decorrerão em Almada, Lisboa, Coimbra e Porto.

4 de julho de 2011

artigo do parceiro: Nilza Rodrigues

Comentários