Fashion Against Aids

H&M entra na luta contra a SIDA

Conhecida pelas suas colaborações com designers famosos, a cadeia sueca H&M une agora forças com o colectivo Designers Against AIDS (DAA) na luta contra a sida, lançando a colecção "Fashion Against Aids".

A iniciativa, que visa aumentar o conhecimento sobre o HIV/AIDS, é representada por vários artistas, como Rihanna, Chicks on Speed, Good Charlotte, Henrik Vibskov, Jade Jagger, Katharine Hamnett, My Chemical Romance, Rufus Wainwright, Scissor Sisters, The Cardigans, Tiga, Timbaland e Ziggy Marley.

O intuito da colecção é chamar a atenção dos mais novos para o HIV/AIDS. Actualmente existem doze milhões de jovens com idades compreendidas entre 15 e 24 anos infectados com o vírus.

A Designers Against AIDS (DAA), uma organização sem fins lucrativos que pretende moldar a opinião pública através da colaboração com designers de moda, músicos e outros artistas, eleva a iniciativa a outro nível ao colaborar com a H&M.

Os artistas colaboram gratuitamente e 25% dos lucros da colecção revertem para projectos de prevenção da sida em todo o mundo.

A colecção Fashion Against Aids inclui coloridas t-shirts, sweat-shirts com capuz e tank tops em algodão biológico, com preços a variar entre 9,90 e 29,90 euros.

Todas as peças apresentam uma estampagem e uma etiqueta com o nome do designer.

As mensagens são bastante claras. Por exemplo, numa das suas peças, Katharine Hamnett escreveu em letras maiúsculas: USE A CONDOM! (use um preservativo!).
A colecção estará disponível nas lojas H&M a partir de Fevereiro.

http://www.modalisboa.pt

Comentários