Excesso de peso na mala prejudica as costas

Alerta da iniciativa "Olhe pelas suas costas"

As malas de ombro, bolsas ou carteiras, fazem parte do quotidiano de muitas mulheres, mas as consequências que podem advir do seu mau uso não estão ainda completamente esclarecidas.

O alerta é da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral, através da iniciativa "Olhe pelas suas costas".

O excesso de peso nos ombros provocado pela quantidade de objectos que se transporta pode vir a provocar dores nas costas que, a longo prazo, se podem tornar incomodativas e incapacitantes.

Para evitar estes transtornos a escolha da mala é essencial. De acordo com Paulo Pereira, coordenador nacional da Campanha “Olhe pelas Suas Costas”, «é preciso evitar carregar excesso de peso nas malas de ombro ou carteiras pois provoca uma sobrecarga num dos ombros prejudicando a estabilidade da coluna».

A escolha da mala deve, por isso, incidir sobre o tamanho e a alça. No que respeita às alças, é importante que estas sejam almofadadas para trazer o máximo conforto. Quanto à dimensão da mala é de ter em conta que quanto maior for, mais objectos se transportam. Desta forma, evitar malas muito grandes evita também excesso de peso sobre os ombros. Em alternativa, podem ser utilizadas as mochilas com 2 alças que distribuem o peso pelos 2 ombros, refere o comunicado divulgado.

Um estudo recente indica que sete em cada 10 pessoas sofrem de dores nas costas, ou seja, 72,4 por cento da população portuguesa. No entanto, quase metade dos portugueses admite que nunca ouviu falar de doenças relacionadas com dores nas costas. Para mais informações consulte o website: www.olhepelassuascostas.com

02 de Março de 2011

Comentários